Seleção Brasileira erra demais e perde para a Polônia

Apesar da derrota, Brasil está classificado para o Main Round em terceiro lugar do grupo B

Brasil vs Polônia  - foto: reprodução/Twitter

A Seleção Brasileira entrou em quadra contra a Polônia já classificada para o Main Round do Mundial de Handebol do Egito, porque a Espanha venceu a Tunísia. E esteve irreconhecível diante dos poloneses, cometendo muitos erros de passes e ofensivos. Não aproveitou lances de um contra um e 7 metros, nem os momentos de superioridade numérica. A derrota por 23 a 33 (11 a 13 no primeiro tempo) foi o reflexo de todos esses erros e problemas extra quadra, com a equipe sofrendo por casos de Covid-19 – hoje o lateral Thiagus Petrus e o ponta Felipe Borges tiveram novo resultado positivo para a doença ao retestarem. A Polônia tem um time muito jovem e forte, com atletas muito altos. Marcaram as principais ações do Brasil e forçaram os erros brasileiros.


Mesmo com a derrota, o Brasil estará no Main Round, fase em que leva os pontos conquistados entre os que também se classificaram no grupo. Nesse caso, vai com um ponto do empate com a Espanha, que ficou em primeiro lugar da chave e três pontos. A Polônia leva dois pontos. No Main Round, ou Rodada Principal, as seleções do grupo B, do Brasil, enfrentam as classificadas do grupo A, que foram Hungria, Alemanha e Uruguai. Apenas os dois primeiros avançam para as quartas de final da competição. O próximo jogo da Seleção Brasileira será contra a Hungria, na quinta-feira (21/jan), às 11h30.


Para essa fase, espera-se que o ponta esquerda Cleber Andrade possa estar recuperado da lesão no adutor, e também fica a expectativa para um resultado negativo de Thiagus Petrus, para que ele possa viajar de Portugal para o Egito. Até agora, apenas o preparador físico Claudio Machado testou negativo, enquanto os demais membros da comissão – o técnico Marcus Tatá, o supervisor Rafael Akio, o fisioterapeuta Daniel Augusto e analista de desempenho Luan Monteiro – seguem com resultado positivo.


64 visualizações0 comentário