Organização marca o início do Brasileiro Juvenil Masculino de Handebol

Competição acontece até o sábado (05/dez) em Itajaí, Santa Catarina; as três partidas do dia foram realizadas com transmissão pela internet


O Campeonato Brasileiro Juvenil Masculino de Handebol começou nessa terça (5/dez) em Itajaí, Santa Catarina. Diante de um cenário de pandemia e de casos crescentes de infecção por Covid-19, a organização do evento foi rigorosa nos protocolos para evitar qualquer tipo de problema. Isso incluiu intervalos maiores entre as partidas para sanitização dos vestiários, bancos e da quadra, além de todas as regras já conhecidas do uso da máscara, álcool em gel e troca do uniforme apenas momentos antes do início do aquecimento. O único imprevisto foi a falta de luz no ginásio no final da última partida, o que foi logo contornado.


Três jogos aconteceram durante o dia no ginásio de esportes Gabriel Collares. A primeira partida foi entre Taubaté (SP) e Grêmio Vila (PB), seguido de Pinheiros (SP) e ADH Criciúma, e fechando o dia com Nacional (SC) e Recriando (RJ).


Taubaté (SP) x Grêmio Vila (PB)

No jogo de abertura do Campeonato Brasileiro Juvenil Masculino o Taubaté (SP) venceu Grêmio Vila (PB) por 38 a 20 (20 a 10 na primeira etapa). A equipe paulista administrou bem a vantagem durante todo jogo, mas o time da Paraíba apresentou boas jogadas no ataque.

O goleiro Luis Felipe, do Taubaté, foi eleito o destaque da partida.

Goleiro Luis Felipe, do Taubaté. (foto Divulgação Evento)

Como curiosidade, quase todos os atletas estão com os cabelos descoloridos, o que acabou sendo uma marca dessa equipe na competição. Além disso, o pivô Guilherme Cabral (Taubaté-SP), que está no primeiro ano da categoria, tem 2m04cm, o que chamou a atenção de muita gente!

Pivô Guilherme Cabral (Taubaté-SP) foto Divulgação Handebol Taubaté

Pinheiros (SP) x ADH Criciúma

O Pinheiros (SP) venceu o ADH Criciúma (SC) por 31 a 21 no segundo jogo da tarde dessa terça-feira (1/12) pela rodada 1 do Campeonato Brasileiro Juvenil Masculino. Os atletas catarinenses buscaram dificultar as ações do Pinheiros, mas a experiência e tradição da equipe formadora de grandes atletas desde a base prevaleceram.


Philipp Seifert, armador direito do Esporte Clube Pinheiros, foi eleito o destaque da partida entre Pinheiros (SP) e Criciúma (SC).

Philipp Seifert, armador direito do Esporte Clube Pinheiros. (foto Divulgação Evento)

Nacional (SC) x Recriando (RJ)

O último confronto do primeiro dia de competição foi o mais equilibrado. O Recriando começou na frente, mas terminou a primeira etapa perdendo por uma bola. No segundo tempo o Nacional encaixou melhor as ações e abriu vantagem. Os catarinenses venceram o Recriando (RJ) por 36 a 28.


Angelo Rafael, goleiro do Recriando, do Rio de Janeiro, foi eleito o destaque da partida.

Uma curiosidade é que, faltando três minutos o fim do jogo, a luz no ginásio caiu e isso interrompeu também a transmissão. No entanto, em pouco tempo a organização do evento solucionou o problema e a partida terminou sem mais percalços.

Angelo Rafael, goleiro do Recriando, do Rio de Janeiro. (foto Divulgação do Evento)




149 visualizações0 comentário