Buscar
  • Andréa Rodrigues

Thyr de Ouro 2018 já tem seus vencedores


Foram quase 35 mil votos para escolher os craques de handebol da temporada 2018 no masculino e feminino

O resultado da segunda edição do Thyr de Ouro foi divulgado nesta sexta-feira (15/fev) após quase dois meses de votações entre votos técnicos e populares, que definiram as escolhas de melhor atleta da temporada 2018. No naipe masculino o vencedor foi o central Leo Abrahão, do Esporte Clube Pinheiros, com 26,02% dos votos. No feminino, a também central Hannah Nunes, de São Bernardo, foi a eleita com 32,91% da preferência. Somente a votação dos torcedores chegou a quase 35 mil votos.

“Ficamos muito felizes em concretizar a segunda edição do Thyr de Ouro que, para nossa surpresa, se mostrou ainda maior neste ano, chegando a quase aos 35 mil votos. A participação da maioria dos técnicos e mídias convidados para votação também nos fez ter ainda mais certeza da grandiosidade e efetividade do prêmio”, diz Bruno Barroso, diretor do Motus Handebol Club e idealizador do Prêmio Thyr de Ouro.

Os escolhidos inicialmente foram indicados pelos técnicos que dirigiram as equipes participantes da Liga Nacional de Handebol 2018, juntamente com influenciadores digitais da modalidade e as mídias que fazem a cobertura da modalidade. Os que apareceram mais vezes nessa indicação passaram por votação popular. Em um sistema diferente da primeira edição do prêmio, agora o total dos votos foram convertidos em percentuais e receberam pesos diferenciados. Os índices somados serviram de parâmetro para a definição do vencedor.

Entre os indicados no masculino estavam ainda o goleiro Marcão e os pontas Arthur Peão e Rudolph Hackbarth, todos do Esporte Clube Pinheiros, e o armador esquerdo Guilherme Valadão, do Taubaté. No feminino concorreram também a armadora central Fran da Rocha, de Guarulhos, a armadora esquerda Tainara Gonçalves, de São Bernardo, e a pivô Isaura Menin e a armadora Talita Alves Carneiro, as duas do Concórdia. A edição 2017 do Thyr de Ouro foi vencida pelo ponta Alemão, do Taubaté, e pela pivô Sabrina Fiore, de Concórdia.

Os vencedores 2018

Leo Abrahão


É central da equipe adulta do Pinheiros e na temporada 2018 teve uma atuação muito segura, mesmo dividindo a posição com o experiente Diogo Hubner. Com jogadas rápidas e inteligentes, ajudou a garantir o título da Liga Nacional Masculina para o time do Pinheiros. Na categoria Junior foi capitão da Seleção Brasileira e disputou Panamericanos e Mundiais.

Hannah Nunes


A central já é veterana no handebol brasileiro, apesar de ter apenas 25 anos, pois foi campeã mundial em 2013 com a Seleção Brasileira e teve participação decisiva na final da competição realizada na Sérvia. Passou por diversas cirurgias de LCA (ligamento cruzado), mas cada vez que volta consegue retomar a efetividade que a tornou um dos ídolos da torcida de São Bernardo, onde atua, e da Seleção Brasileira.


#noticias #seletiva #handebolsudeste

5 visualizações
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram