• Andréa Rodrigues

Brasil busca superar Espanha de Jordi Ribera no Mundial Handebol


Em seu segundo compromisso no Main Round, Seleção tem a difícil tarefa de enfrentar a equipe do técnico que formou atletas brasileiros


A Seleção Brasileira de Handebol está reescrevendo sua história a cada partida do Campeonato Mundial Masculino que é realizado em dois países: Alemanha e Dinamarca. Primeiro, classificou-se ao Main Round, conquistando até então, a melhor colocação brasileira em mundiais. Nesse domingo (20/jan) venceu a Croácia, que há quatro anos vencera o Brasil e acabava com o sonho de prosseguir naquele Mundial. O próximo adversário será a Espanha nesta segunda-feira (21/jan), comandada por Jordi Ribera, ex-treinador do Brasil e que ajudou a formar boa parte dos atletas brasileiros nos acampamentos de formação técnica desde as categorias de base. Será a hora da criatura superar o criador.

Para Washington Nunes, o atual técnico do Brasil e ex-assistente de Jordi, será um jogo de bastante estudo e conhecimento. “Mas acho que é um jogo de bastante intensidade também. Evidentemente que, por mais que as pessoas se conheçam, os atletas se conheçam, dentro da quadra a intensidade vale muito. E eu espero que a equipe tenha a mesma intensidade que teve nesses jogos. Cada vez mais fica mais difícil porque o nível de desgaste está alto, o trabalho defensivo exige muito deles, mas a gente está vivendo um momento de confiança muito bom. Então achamos que contra a Espanha podemos fazer um grande jogo”, disse à Tchê Esportes.


O bom momento dos brasileiros no handebol masculino não é sorte e começou a aparecer na Olimpíada do Rio 2016 quando a Seleção venceu a Alemanha por 33 a 30. Só neste Mundial já foram três vitórias sobre selecionados europeus. O técnico do Pinheiros Sérgio Hortelan, e que já treinou boa parte dos jogadores – Bombom, Borges, Tche, Haniel, Petrus, Teixeira, Raul e Gustavo – acredita que nenhum time europeu nos assusta mais. “Eles todos já sabem o que querem do handebol, já possuem bagagem internacional. Estão em um nível muito alto, que jamais tivemos”, avaliou.

Hortelan está em Colônia, na Alemanha, e assistiu à vitória contra a Croácia por 29 a 26. Em sua análise o Brasil foi muito bem, esteve muito acima dos croatas. “Tudo foi muito bem: defesa, ataque, transição e goleiros.”


Essa também foi a opinião de diversos veículos de mídia, muitos relatando que o Brasil fez uma partida perfeita, sabendo controlar o jogo e anulando as principais jogadas dos croatas. Os números da partida mostram que os brasileiros tiveram 69% de eficiência, enquanto a Croácia teve 62%. As duas seleções chutaram 42 vezes.





MVP

Contra a Croácia o melhor jogador da partida, também conhecido como MVP, foi o armador esquerdo Haniel Langaro (9/12 – 75%). O atleta de 1m97cm e 104 quilos tem apenas 23 anos, mas já é um dos destaques na Liga Europeia de Handebol, onde joga na França. A maturidade adquirida em apenas três temporadas fora do Brasil faz com que ele seja uma das principais armas brasileiras na competição. Haniel tem, até a partida contra a Croácia, 24 gols, sendo o terceiro jogador que mais marcou para o Brasil. À frente dele estão o armador Zé Toledo, com 28 gols, e o ponta Felipe Borges, com 25.

“Sem dúvidas é um momento especial, acho que não só pra mim como pra todos nós que estamos e queremos continuar fazendo história. Ganhar contra uma Croácia invicta e todos os fatores contra é sem dúvida incrível, e claro que o domingo vai ficar marcado pra mim também, ser o melhor do jogo sem dúvida é gratificante e mostra que o trabalho vem sendo bem feito. Espero poder seguir nesse mesmo caminho e ajudando ao máximo a seleção porque é o mais importante pra todos nós”, disse Haniel à Tchê Esportes.


Resultados do Brasil

Fase de Grupos (A)

11/jan | Brasil 22 x 24 França 12/jan | Alemanha 34 x 21 Brasil

14/jan | Sérvia 22 x 24 Brasil

15/jan | Rússia 23 x 25 Brasil

17/jan | Brasil 35 x 26 Coreia

Main Round Grupo I

20 de janeiro Brasil 29x26 Croácia

21 de janeiro 15h00 - Espanha x Brasil

23 de janeiro 12h30 - Brasil x Islândia

#noticias #handebolnacional #IHF #mundialalemanhadinamarca2019 #seleçãoadultam #SeleçãoBrasileiraHandebol

0 visualização