• Andréa Rodrigues

Taubaté começa a disputa de seu quinto IHF Super Globe


Melhor resultado do Brasil foi um terceiro lugar da Metodista em 2002; Pinheiros ficou na quinta colocação no ano passado


O handebol masculino de Taubaté já está no Catar para a disputa do IHF Super Globe 2018, Mundial de Clubes de Handebol. Será a quinta participação da equipe paulista e em todas foi comandada pelo técnico Marcus Tatá Oliveira. “A experiência conta muito (no Super Globe), nossa expectativa é fazer um ótimo campeonato. As finais do Paulista mostraram o poder do nosso grupo, conseguimos ganhar de um adversário muito difícil que é o Pinheiros”, disse Tatá.

Assim como ele, o ponta esquerda Cléber Andrade também esteve em todas as participações do Taubaté no Super Globe. “É um campeonato que todo clube quer jogar e todo atleta quer estar presente. A preparação foi bem intensa e acredito que iremos fazer uma grande partida”, destacou o jogador.


ELENCO DO TAUBATÉ:

ANDRÉ SOARES (ALEMÃO), CLEBER DE ANDRADE, GUILHERME VALADÃO, GUILHERME DE OLIVEIRA, ANDRÉ VINICIUS, THIAGO ROBERTO, VINÍCIUS TEIXEIRA, MATHEUS PERRELA, RAFAEL HIDALGO, GUILHERME BORGES, RODRIGO BENITES, ANDRÉ LUIZ, LUIZ RICARDO (RICK), MAIK,

TOMAS VALENTIN e LUCAS BENEDITO.

COMISSÃO TÉCNICA:

MARCUS TATÁ: Treinador

LUIZ CARLOS MANFREDINI: Assistente técnico

DIMAS FABIANO: Assistente técnico

NEWTON HENRIQUES: Fisioterapeuta

ENRIQUE CIMASCHI: Chefe da delegação

O único desfalque da equipe brasileira é o jogador Denys Barros, com dois dedos fraturados, que nem foi com a equipe, que embarcou para o Qatar no sábado, 13/10, às 02h55.


O goleiro Rick Miles, do Handebol Taubaté, e equipe já treinam no Qatar. (imagens arquivo pessoal)

O adversário da estreia do Taubaté é o Füchse Berlim, da Alemanha, clube convidado pela Federação Internacional de Handebol (IHF), que foi campeão do Super Globe em 2015, 2016 e vice em 2017 no Super Globe. Os gigantes alemães farão sua quarta participação consecutiva no torneio. Em 2017, o Barcelona (atual campeão) vingou a derrota na semifinal de um gol para Füchse na edição de 2015, vencendo a final e deixando Berlim com a medalha de prata.“A equipe alemã joga a Bundesliga, tem um volume do jogo muito alto, é muito rápido, já foi campeão mundial. Será um jogo dificílimo”, contou o técnico Tatá.

Campanha dos times brasileiros

Em quatro participações, a melhor colocação do Taubaté foi o sexto lugar em 2014. Em 2017 o Esporte Clube Pinheiros foi o representante do Brasil na competição e ficou em quinto lugar.

Mas a melhor campanha brasileira, desde que a competição começou a ser disputada em 1997, foi o terceiro lugar da Metodista, em 2002. Naquela época, equipe tinha nomes como Helinho, Agberto, Cubano, Folha, Macarrão e Japa, ainda juvenil, em sua primeira participação em Super Globe. “Antes de chegarmos ao Catar fizemos alguns jogos na Alemanha contra o time em que o Bruno Souza jogava”, contou SB, que depois se tornou técnico de handebol da Metodista e atualmente comanda o time feminino de Santo André.


Em pé: Helio, Marcão, Sidney, Agberto, Adalberto, David, Alexandre e Japa.

Sentados: Cubano, Maik, Folha, Eduardo Carlone (aux. técnico), SB, Miltinho, Baldacin, Macarrão e Gonzalo (Argentino).

Comissão técnica 2002:

Técnico: Alberto Rigolo

Auxiliar Técnico: Eduardo Carlone

Chefe da Delegação: Marcio de Moraes

PROGRAMAÇÃO DOS JOGOS

O Super Globe 2018 começa com o atual campeão Barcelona enfrentando o estreante do Bahrein, Al-Najma, pelas quartas de final. O time catalão busca o seu quarto troféu da competição (2013, 2014 e 2017). O campeão da Liga dos Campeões Montpellier HB enfrenta o Hammamet, e na sequência o clube brasileiro Taubaté enfrenta o bicampeão do torneio Füchse Berlin, da alemanha. O anfitrião Al Sadd enfrentar o campeão da Oceania, o Sydney University Handball Club, encerrando o primeiro dia do 12º Mundial de Clubes de Handebol. O evento é realizado pelo nono ano consecutivo em Doha, no Qatar.
16/OUT - TER | QUARTAS DE FINAL
07H | Jogo 01 | BARCELONA x AL NAJMA
09H | Jogo 02 | MONTPELLIER x HAMMAMET
11H | Jogo 03 | TAUBATÉ x FÜCHSE BERLIN
13H | Jogo 04 | AL SAAD x SYDNEY CLUB

17/OUT - QUA | SEMIFINAIS Perdedor Jogo 3 – Perdedor Jogo 4 Perdedor Jogo 1 – Perdedor Jogo 2

Vencedor Jogo 3 – Vencedor Jogo 4 Vencedor Jogo 1 – Vencedor Jogo 2

19/OUT - SEX | FINAIS

Disputa 7/8 lugares Disputa 5/6 lugares Disputa 3/4 lugares Final

🕖 * * * Horários no Brasil * * * | Transmissão ► Link
AS EQUIPES
►TAUBATÉ (Brasil) - Campeão Panamericano
►AL NAJMA (Bahrein) - Campeão Asiático
►AL SAAD (Qatar) - Organizador
►BARCELONA (Espanha) - Atual Campeão
►FÜCHSE BERLIN (Alemanha) - Convidado pela IHF
►A.S. HAMMAMET (Tunísia) - Representante Africano
►MONTPELLIER (França) - Campeão da EHF
►SYDNEY CLUB (Austrália) - Campeão da Oceania

EC Pinheiros conquistou o título do Pan-Americano de Clubes de Handebol em maio/2017 e representou a América no Super Globe na edição passada.


EC Pinheiros, do Brasil, campeão Pan de Clubes 2017. (foto divulgação Femebal)

Em 2016, o representante Pan-Americano foi o Taubaté, que ficou na 7ª colocação no Super Globe.


Melhores momentos de Kielse (POL) 33-30 Taubaté (BRA) na disputa do 6º lugar do Super Globe 2016 imagens: IHF

PARTICIPAÇÕES DO BRASIL:

1997 - METODISTA/SBC (São Bernardo do Campo/SP)/ 6º lugar

2002 - METODISTA/SBC (São Bernardo do Campo/SP)/ 3º lugar

2007 - METODISTA/SBC (São Bernardo do Campo/SP)/ 4º lugar

2010 - UNOPAR /LONDRINA (Londrina/PR)/ 5º lugar

2011 - EC PINHEIROS (São Paulo/SP)/ 5º lugar

2012 - METODISTA (São Bernardo do Campo/SP)/SBC / 6º lugar

2013 - TAUBATÉ (Taubaté/SP)/ 6º lugar

2014 - TAUBATÉ (Taubaté/SP)/ 6º lugar

2015 - TAUBATÉ (Taubaté/SP)/ 6º lugar

2016 - TAUBATÉ (Taubaté/SP)/ 7º lugar

2017 - EC PINHEIROS (São Paulo/SP)/ 5º lugar

Catar

Também escrito Qatar, e mais raramente Quatar ou Katar, é um país árabe, conhecido oficialmente como um emirado do Oriente Médio, ocupando a pequena Península do Catar na costa nordeste da Península Arábica.



#noticias #handebolinternacional #superglobe #superglobemasc2018 #superglobe2018 #handebolnacional #IHF

0 visualização