• Andréa Rodrigues

Mundial Escolar de Handebol: Áustria, e Hungria levam o título


Competição encerrou nessa quarta (28/fev) no Qatar; Colégio Amorim (SP) ficou em 4º lugar no feminino e Caic Balduíno (PI) em 6º


A participação brasileira no Mundial Escolar de Handebol terminou com a conquista da 4ª colocação geral para o time feminino, composto por atletas do Colégio Amorim, de São Paulo e com o 6º lugar para a equipe masculina, originalmente formada por alunos do Colégio piauiense, Caic Balduíno.

FEMININO


Brigando pelo bronze, o time feminino do Brasil teve seu último compromisso no Mundial enfrentando a Dinamarca. Em uma partida que comprovou o motivo pelo qual o time europeu é conhecido por ser uma das principais potências no Handebol Mundial, até a metade do segundo tempo o Brasil conseguiu manter o equilíbrio, mas a frieza dinamarquesa fez com que as atletas segurassem a diferença de três bolas que os garantiu o bronze na competição. O jogo terminou em 28 a 25 para a Dinamarca, mas não apagou o brilho do Brasil que no final da partida foi aplaudido pela torcida que acompanhava o confronto.

MASCULINO

A equipe masculina se despediu do Mundial brigando pelo 5º lugar em um repeteco contra a Turquia. Depois de perder na terceira rodada da primeira fase passando em segundo lugar para as quartas de final, o time brasileiro enfrentou novamente a equipe que até então detinha o título mundial. Motivados a vencer e com isso ficar entre os cinco melhores do mundo, o Brasil começou o jogo com uma proposta ofensiva de explorar os erros da Turquia. Porém o ataque turco pouco desperdiçava as chances de gol e com isso conseguiu segurar o placar e a vitória por 33 a 29. CLASSIFICAÇÃO GERAL



Pelo masculino, a Áustria venceu a Alemanha no shoot-out na decisão que lotou o ginásio Al Attyiah, considerado o mais luxuoso do mundo onde os jogos decisivos foram disputados. Já pelo feminino, a Hungria desbancou a Alemanha e com isso levou mais uma vez o título de campeã do mundo.

ENCERRAMENTO A cerimônia de premiação contou com a participação de autoridades catarianas e da Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF), organizadora do evento, entre elas o presidente da entidade, Laurent Pretrinka, que em entrevista a reportagem da CBDE, falou sobre a alegria de ver o Brasil participar de suas competições. "O Brasil mais uma vez mostra o seu compromisso de não poupar esforços para que esses jovens possam participar das nossas competições. Quarto e sexto lugares em uma modalidade como o handebol, mais praticada na Europa, comprova o amor que o povo brasileiro tem pelo esporte. Tenho pelo Brasil muito carinho e espero reencontrá-los mais vezes."

SLIDE SHOW

No feminino foram 19 países que se enfrentaram em busca do título mundial, divididos em quatro chaves: três com cinco equipes e uma com quatro.

Confira abaixo os grupos do naipe FEMININO: GRUPO A Turquia Alemanha Romênia Bulgária Israel GRUPO B Hungria Áustria Sérvia República Tcheca Índia GRUPO C Eslovênia Brasil Suécia Grécia GRUPO D Dinamarca França Croácia Bélgica Geórgia

A delegação do Colégio Amorim:


Marcela Arounian Ana Luísa Fernandes Ana Luísa Rodrigues Maria Luíza Tavares Maria Carolina Bitencount Júlia Sorrentino Giovanna Hansen Maria Paula Lima e Dias Ariana Clara Mieres Maryanna Rodrigues Luara Bastos Jeniffer Alves Gabrielle Bitencourt Thaís Utino

Treinadora: Carla Antonucci

Na disputa masculina, 20 países formaram quatro grupos com cinco equipes em cada um.

Confira abaixo os grupos que formam o naipe MASCULINO: GRUPO A Dinamarca Áustria Polônia Marrocos Qatar GRUPO B França Croácia Sérvia Irã Bulgária GRUPO C Turquia Brasil Grécia Índia Bélgica GRUPO D Alemanha República Tcheca Romênia Israel Geórgia

A delegação do CAIC:


Felipe Oliveira

Cláudio Lacerda

Matheus Silva

Darcisio Lopes

Felipe Silva

Natan Micael

Everton Batista

Lissandro Santos

Gabriel Costa

Davi Inoue

Álvaro Bruno

Francisco Eduardo

Diego Alan

Antônio Santo

Treinador: Giuliano Ramos

Na edição de 2016 do Mundial de Handebol realizado em Rouen, na França, o Brasil conseguiu posições modestas nos dois naipes. Pelo masculino ficou em 7º lugar e com o feminino em 10º na classificação geral.

#noticias #handebolnacional #handebolescolar

0 visualização