• Andréa Rodrigues

Brasil vence a França e briga pelo 5ª lugar no Mundial Escolar de Handebol Masculino


Goleiro Maik, da Seleção Adulta estava na torcida; Caic Balduíno, do Piauí (PI) enfrenta a Turquia na madrugada de quarta (28/fev)


A França é um dos principais polos na formação de novos atletas para o Handebol Mundial. Junto da Alemanha, os dois países somam dezenas de títulos nessa modalidade em várias categorias. E foi justamente o time francês que os atletas brasileiros do Colégio Caic Balduíno, do Piauí, enfrentaram na manhã desta terça-feira (27/02) nos Emirados Árabes. Fora da luta pelo título, as duas equipes precisavam da vitória que deixaria o vencedor bem perto da 5ª colocação no Mundial. Sem saída e motivados a vencer, Brasil e França fizeram uma partida equilibrada que evidenciou a qualidade de seus atletas. Liderados pelo defensor Gabriel que voltou bem e jogou a melhor partida da sua vida, o Brasil reagiu as investidas do ataque azul e com isso conquistou uma importante vitória que o deixa bem perto da 5ª colocação. Mas o placar de 24 a 19 para o Brasil pode ter aliviado, mas não tranquilizou o técnico Giuliano Ramos que tem como meta vencer o confronto contra a Turquia amanhã e com isso garantir o 5º lugar geral no torneio. "Nós fizemos o que treinamos no Brasil. Aproveitamos com qualidade os ataques e convertemos em gol. A defesa trabalhou bem e o nosso time conseguiu segurar a França. Sem dúvidas vencê-los nos coloca em um patamar de destaque, sobretudo pela história que eles possuem no handebol. Mas amanhã temos a Turquia pela frente. Jogamos com eles, perdemos a chance de passarmos para as quartas em primeiro no grupo, mas agora a situação é outra e os meninos irão pra cima”, contou.


Morando em Doha, o goleiro da Seleção Brasileira de Handebol, Maik, foi até o ginásio acompanhar os confrontos de hoje. Simpático, o atleta tirou fotos com os atletas, deu palavras de incentivo e fez questão de ficar até o fim dos jogos torcendo pelo Brasil.


A partida contra a Turquia que definirá quem ficará em 5º no Mundial Escolar de Handebol será na madrugada desta quarta (28/02), às 3h:00 (horário de Brasília) e será transmitida ao vivo pela fanpage da CBDE no facebook

No feminino serão 19 países que se enfrentam em busca do título mundial, divididos em quatro chaves: três com cinco equipes e uma com quatro. O Brasil está no grupo C, ao lado de Eslovênia, Suécia e Grécia.

Confira abaixo os grupos do naipe FEMININO: GRUPO A Turquia Alemanha Romênia Bulgária Israel GRUPO B Hungria Áustria Sérvia República Tcheca Índia GRUPO C Eslovênia Brasil Suécia Grécia GRUPO D Dinamarca França Croácia Bélgica Geórgia

A delegação do Colégio Amorim:


Marcela Arounian Ana Luísa Fernandes Ana Luísa Rodrigues Maria Luíza Tavares Maria Carolina Bitencount Júlia Sorrentino Giovanna Hansen Maria Paula Lima e Dias Ariana Clara Mieres Maryanna Rodrigues Luara Bastos Jeniffer Alves Gabrielle Bitencourt Thaís Utino

Treinadora: Carla Antonucci

Na disputa masculina, 20 países formam quatro grupos com cinco equipes em cada um. O time brasileiro está na chave C, ao lado de Turquia, Grécia, Índia e Bélgica.

Confira abaixo os grupos que formam o naipe MASCULINO: GRUPO A Dinamarca Áustria Polônia Marrocos Qatar GRUPO B França Croácia Sérvia Irã Bulgária GRUPO C Turquia Brasil Grécia Índia Bélgica GRUPO D Alemanha República Tcheca Romênia Israel Geórgia

A delegação do CAIC:


Felipe Oliveira

Cláudio Lacerda

Matheus Silva

Darcisio Lopes

Felipe Silva

Natan Micael

Everton Batista

Lissandro Santos

Gabriel Costa

Davi Inoue

Álvaro Bruno

Francisco Eduardo

Diego Alan

Antônio Santo

Treinador: Giuliano Ramos

Na última edição do Mundial de Handebol realizado em Rouen, na França, em 2016 o Brasil conseguiu posições modestas nos dois naipes. Pelo masculino ficou em 7º lugar e com o feminino em 10º na classificação geral. Você poderá acompanhar os jogos da Seleção Brasileira pelo facebook da Confederação Brasileira do Desporto Escolar - CBDE

#noticias #handebolnacional #handebolescolar

1 visualização