• Andréa Rodrigues

Brasil perde para a Alemanha e disputa o bronze no Mundial Escolar de Handebol Feminino


Colégio Amorim (SP) disputa o terceiro lugar contra a Dinamarca na madrugada de quarta (28/fev)


A equipe feminina do Brasil formada por alunas do Colégio Amorim, de São Paulo, que disputa o Mundial Escolar de Handebol no Oriente Médio, enfrentou a Alemanha na manhã desta terça-feira (27/02), na capital do Qatar, país organizador do torneio. Jogando de igual pra igual com as adversárias, o Brasil mostrou uma qualidade técnica acima da média, fator que o trouxe até a semifinal da competição de maneira invicta. Mas enfrentar a Alemanha que detém o primeiro lugar no ranking do Handebol Mundial não seria uma tarefa fácil. Lideradas pela técnica Carla Antonucci, as meninas lutaram até o minuto final para derrubar a armação da defesa alemã. Porém o time europeu fez jus a sua escola e venceu o Brasil por 33 a 26 conquistando assim a classificação para a decisão do Mundial contra a Hungria, atual campeã. Durante a maior parte do jogo, a Alemanha foi até o ataque do Brasil com velocidade explorando a qualidade individual de suas atletas. Mesmo marcando com atenção, o time brasileiro não conseguiu evitar os chutes fulminantes da equipe alemã que praticamente não errou durante a partida. Com o resultado, o Brasil segue na competição em busca do bronze e enfrenta na madrugada desta quarta-feita, às 4h:45 (horário de Brasília), a Dinamarca que perdeu o confronto com a Hungria e com isso deu adeus a chance de título. Feliz por representar o Brasil no Mundial, a aluna Ana Luiza Santos, um dos destaques do time brasileiro, garantiu que não faltará determinação na disputa pelo terceiro lugar contra a Dinamarca. “Iremos entrar em jogo focadas na busca pela 3ª colocação. O jogo contra a Alemanha foi equilibrado, tivemos algumas oportunidades de reverter o placar, mas não deu. De toda forma, a motivação agora é pela conquista do bronze, e nós iremos fazer de tudo em prol desse objetivo’, disse. A partida contra a Dinamarca será transmitida ‘AO VIVO’ pela fanpage da CBDE no facebook.

No feminino serão 19 países que se enfrentam em busca do título mundial, divididos em quatro chaves: três com cinco equipes e uma com quatro. O Brasil está no grupo C, ao lado de Eslovênia, Suécia e Grécia.

Confira abaixo os grupos do naipe FEMININO: GRUPO A Turquia Alemanha Romênia Bulgária Israel GRUPO B Hungria Áustria Sérvia República Tcheca Índia GRUPO C Eslovênia Brasil Suécia Grécia GRUPO D Dinamarca França Croácia Bélgica Geórgia

A delegação do Colégio Amorim:


Marcela Arounian Ana Luísa Fernandes Ana Luísa Rodrigues Maria Luíza Tavares Maria Carolina Bitencount Júlia Sorrentino Giovanna Hansen Maria Paula Lima e Dias Ariana Clara Mieres Maryanna Rodrigues Luara Bastos Jeniffer Alves Gabrielle Bitencourt Thaís Utino

Treinadora: Carla Antonucci

Na disputa masculina, 20 países formam quatro grupos com cinco equipes em cada um. O time brasileiro está na chave C, ao lado de Turquia, Grécia, Índia e Bélgica.

Confira abaixo os grupos que formam o naipe MASCULINO: GRUPO A Dinamarca Áustria Polônia Marrocos Qatar GRUPO B França Croácia Sérvia Irã Bulgária GRUPO C Turquia Brasil Grécia Índia Bélgica GRUPO D Alemanha República Tcheca Romênia Israel Geórgia

A delegação do CAIC:


Felipe Oliveira

Cláudio Lacerda

Matheus Silva

Darcisio Lopes

Felipe Silva

Natan Micael

Everton Batista

Lissandro Santos

Gabriel Costa

Davi Inoue

Álvaro Bruno

Francisco Eduardo

Diego Alan

Antônio Santo

Treinador: Giuliano Ramos

Na última edição do Mundial de Handebol realizado em Rouen, na França, em 2016 o Brasil conseguiu posições modestas nos dois naipes. Pelo masculino ficou em 7º lugar e com o feminino em 10º na classificação geral. Você poderá acompanhar os jogos da Seleção Brasileira pelo facebook da Confederação Brasileira do Desporto Escolar - CBDE

#noticias #handebolnacional #handebolescolar

0 visualização