• Andréa Rodrigues

Atletas escolares vão lutar em março por vaga na Gymnasiade 2018


Seletivas acontecem a partir do próximo dia 22 em São Paulo (SP); pássaro foi escolhido como nova logomarca do evento


Aglutinar esforços para que atletas escolares de todas as partes do país possam competir em alto nível tem sido uma característica imprescindível no desenvolvimento do desporto escolar brasileiro. Com o objetivo de dar o pontapé inicial na vida esportiva de jovens atletas de escolas públicas e particulares de todo país, sem distinção, a Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), prepara a maior seletiva para um campeonato mundial em sua história.

Entre atletas, dirigentes, convidados e colaboradores, o evento classificatório para a "Gymnasiade 2018" deve reunir, em São Paulo, pelo menos 3 mil pessoas que estarão envolvidas diretamente em sua realização. Promovida pela Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF), a próxima edição da maior competição escolar do mundo ocorrerá na cidade de Marrakech, no Marrocos, entre os dias 02 e 09 de maio, e como não poderia deixar de ser, o Brasil será representado por alunos que irão lutar por uma vaga no Mundial a partir do próximo dia 22 de março na capital paulista.

A organização e execução da competição é da CBDE em parceria com a Federação do Desporto Escolar de São Paulo (FEDEESP), que na última semana lançou a logomarca oficial do evento. Unindo as cores que simbolizam a bandeira do Brasil, a arte estampada nas asas de um pássaro revela as belezas naturais da nossa fauna, aliada ao símbolo triangular que é a representação da tocha olímpica.

Presidente em exercício da CBDE, Robson Aguiar gostou do que viu. Para o dirigente, a escolha de um pássaro como símbolo principal do evento, mostra os voos importantes que o Brasil deu nos últimos anos no desporto escolar.

“O resultado ficou bonito. Observe você que até os detalhes da própria logomarca da CBDE foram explorados. Gostei sobretudo em razão das estrelas que nos remetem não só a Bandeira do Brasil, como também aos nossos atletas que são as nossas maiores vitrines. Aproveito para destacar o empenho do Diretor de Relações Internacionais da CBDE, Luiz Delphino, não só nesta criação, como também no importante auxílio que nos dá na organização e execução do evento que está por vir e que com toda certeza será um sucesso”, destacou.

A última edição da Gymnasiade ocorreu na cidade de Trabzon, na Turquia, em 2016. Contando com uma expressiva delegação composta por aproximadamente 250 pessoas, o Brasil conquistou o 1º lugar geral no quadro de medalhas confirmando o seu crescente potencial esportivo.

#noticias #handebolnacional #handebolescolar

0 visualização