• Andréa Rodrigues

Nora Mørk foi operada na manhã desta quarta-feira (7/fev) em Győr, na Hungria


A intervenção com técnica avançada foi bem sucedida pela equipe cirúrgica


Na manhã de quarta-feira (07/fev), no Centro de Treinamento do Condado de Petz Aladár em Győr, a cirurgia de joelho de Nora Mörk foi realizada com a ajuda de toda a equipe médica da Győri Audi ETO KC. "Nós conseguimos substituir o ligamento rompido com os métodos mais sofisticados. Ela permanecerá no hospital por alguns dias, mas a reabilitação pós-operatória já estará em andamento durante a internação. Espera-se que esteja disponível para a equipe em meio ano", disse o Dr. Péter Baloghele, da equipe médica responsável pelo procedimento.

Nora Mörk não está sozinha no hospital, desde terça-feira (06/fev) ela tem a companhia da mãe.

Nora Mørk enfrenta mais um capítulo difícil em sua carreira. Na partida de segunda-feira (05/fev) contra Nykøbyng Falster pela Liga dos Campeões EHF (Győr ganhou por 32-23), a estrela do último Campeonato Mundial na Alemanha teve uma queda estranha depois de arremessar e marcar o seu 8º gol na partida (ela foi a artilheira junto com Nycke Groot, tbm do Györ).

Informações oficiais da equipe médica do Győri Audi ETO KC confirmaram que a a atleta de 26 anos rompeu o ligamento cruzado anterior no joelho direito e estará fora das quadras por pelo menos seis meses.

O atual campeão europeu, Györi Audi ETO KC, devido as lesões de Eduarda Amorim (fratura na mão direita), a da jogadora alemã Anja Althaus (ligamento colateral rompido no joelho direito) e agora de Nora Mørk, tratou rapidamente de repor o elenco e anunciou a contratação da espanhola Mireya González, que chegou por empréstimo do Érdi VSE (Hungria).


A atleta de 26 anos poderá participar dos jogos da Liga dos Campeões EHF, pelo regulamento, somente a partir das quartas-de-final, caso a equipe se classifique. No entanto, ela estará disponível para o próximo jogo da Liga húngara contra Debrecen nesta quarta-feira (7/fev). De acordo com declarações no site oficial da Győr, Rorbert Tekauer, presidente do Érdi, admitiu que eles tiveram que tomar uma decisão difícil: "Foi uma decisão difícil para nós, mas esperamos que possamos ajudar o Győr a alcançar seus objetivos, a entrar no Final 4 em Budapeste e a conquistar o troféu da Liga dos Campeões este ano".

A lesão de Mørk ocorreu um dia antes de a IHF lançar a lista de jogadores nomeados para o Prêmio do Jogador do Ano 2017, no qual ela foi selecionada ao lado das companheiras de clube Nycke Groot e Stine Oftedal; Cristina Neagu e Isabelle Gulldén.

*com informações do site Györi Audi ETO KC

#noticias #handebolinternacional #noramork

0 visualização