• Andréa Rodrigues

Seleção Feminina de Handebol vence a Colômbia na segunda rodada do Pan-Americano


Brasil tenta a terceira vitória em três jogos nesta terça-feira (20), contra o Paraguai


O Brasil conquistou, nesta segunda-feira (19), sua segunda vitória no Campeonato Pan-Americano Adulto Feminino de Handebol, que está sendo disputado em Buenos Aires, na Argentina. Depois de estrear derrotando os EUA, a seleção passou pela Colômbia com placar de 46 a 12 (20 a 7 no primeiro tempo). O próximo desafio será diante do Paraguai, nesta terça-feira (20), às 20h.

O JOGO

A seleção brasileira mostrou sua superioridade técnica desde os primeiros minutos, com uma defesa forte, anulando as linhas de passe das adversárias. Apesar de precipitar algumas bolas, conseguiu abrir boa vantagem no placar.

Na segunda etapa, o Brasil se encaixou ainda mais no jogo. O primeiro gol das colombianas saiu apenas com cinco minutos, e elas só conseguiram balançar as redes cinco vezes. Do outro lado, as brasileiras conseguiam imprimir contra-ataques fortes, alguns em ligações diretas entre Babi e o ataque - a goleira, aliás, foi muito bem do confronto.

FALA, GRACIANO

"Hoje, sabíamos que não jogaríamos com uma equipe tradicional e um certo conforto fez com que tivéssemos alguns erros na defesa e também de finalização. Defensivamente, tivemos erros de comunicação no chute da armadora esquerda. Mas no segundo tempo a defesa foi mais agressiva, que é o que queremos, deixar o ataque adversário sem tempo para pensar. Amanhã, vem um adversário mais forte e já vamos entrar com outra cabeça”, avaliou o treinador da seleção, Sérgio Graciano.


A goleira Jéssica, que defendeu o gol brasileiro no primeiro tempo, também destacou a força do País na defesa. “Acho que estamos conseguindo manter uma consistência defensiva. Estamos trabalhando isso desde o Quatro Nações e precisamos manter isso principalmente para o Mundial. Estamos fazendo 6-0 nos dois tempos, para ter bastante entrosamento com terceira, segunda e primeira jogadoras.”


DESTAQUE

ARTILHEIRAS

Mariana Costa, do Brasil, foi a artilheira do jogo com 8 gols.

DESTAQUE

GOLS DO BRASIL

Bruna (2); Samira (4); Dani Joia (4); Tamires Araújo (6); Ana Paula (2); Jéssica Quintino (7); Tamires Costa (2); Duda (1); Amanda Caetano (1); Mayara (2); Dayane (5); Deonise (2); e Patricia Silva (1).

O Pan-Americano está sendo disputado por dez equipes, divididas em dois grupos. No A, estão Paraguai, Colômbia, Brasil, Estados Unidos e Porto Rico. No B, Chile, República Dominicana, Argentina, Guatemala e Uruguai. As duas melhores seleções de cada chave se classificam para as semifinais. Os três primeiros colocados garantem vaga no Mundial da Alemanha, em dezembro.

TABELA DE JOGOS DO PAN


* Os dois primeiros colocados de cada grupo disputam as semifinais

TABELA DE CLASSIFICAÇÃO


18/jun - domingo

Grupo A

Paraguai 35x17 Colômbia

Brasil 42x10 Estados Unidos

Grupo B

Chile 33x11 República Dominicana

Argentina 43x14 Guatemala

19/jun - segunda-feira

Grupo A

Estados Unidos 25x29 Porto Rico

Colômbia 12x46 Brasil

Grupo B

Guatemala 13x38 Uruguai

República Dominicana 9x43 Argentina

20/jun - terça-feira

Grupo A

15h30 – Colômbia x Porto Rico

20h00 – Paraguai x Brasil

Grupo B

13h30 – Uruguai x República Dominicana

18h00 – Chile x Argentina

21/jun - quarta-feira

Grupo A

15h00 – Estados Unidos x Colômbia

17h00 – Paraguai x Porto Rico

Grupo B

13h00 – República Dominicana x Guatemala

19h00 – Uruguai x Chile

22/jun – quinta-feira

Grupo A

14h30 – Paraguai x Estados Unidos

19h00 – Brasil x Porto Rico

Grupo B

16h30 – Chile x Guatemala

21h00 – Argentina x Uruguai

24/jun – sábado

12h – 3º A x 4º B

14h – 3º B x 4º A

16h00 – Semifinal 1 – 1º A x 2º B

18h00 – Semifinal 2 – 1º B x 2º A

25/jun – domingo

Disputa 7º lugar

Disputa 5º lugar

Disputa 9º lugar

Disputa 3º lugar – Perdedor Semifinal 1 x Perdedor Semifinal 2

Final – Vencedor Semifinal 1 x Vencedor Semifinal 2

Seleção Brasileira Feminina de Handebol

Goleiras

Bárbara Arenhart (Vaci NKSE-Hungria)

Jéssica Silva de Oliveira (São Bernardo-SP)

Armadoras

Amanda de Souza Caetano (Abluhand/FURB-SC)

Bruna de Paula (Fleury Loiret Handball-França)

Deonise Fachinello (HC Odense-Dinamarca)

Eduarda Amorim (Gyor Audi ETO-Hungria)

Patrícia Batista da Silva (Kastamonu Genclik SK-Turquia)

Centrais

Ana Paula Rodrigues Belo (Rostov-Rússia)

Danielle Cristina Joia (EC Pinheiros-SP)

Mayara Fier de Moura (EC Pinheiros-SP)

Pontas

Dayane Pires da Rocha (São Bernardo-SP)

Jéssica Quintino (HC Odense-Dinamarca)

Mariana Costa (Nykobing HandboldKub-Dinamarca)

Samira Rocha (Kisvarda Master Good SE-Macedônia)

Pivôs

Tamires Anselmo Costa (EC Pinheiros-SP)

Tamires Morena de Araújo (CDB Cercle Dijon Bourgogne-França)

COMISSÃO TÉCNICA:

Técnico: Sérgio Luiz Graciano Assistente técnico: Daniel Suarez (Cubano) Assistente técnico: Cristiano Rocha Médica: Pauline Bittencourt Fisioterapeuta: Marina Calister Nutricionista: Júlia do Valle Bargieri Massoterapeuta: Aparecida Rocha Supervisor: Álvaro Herdeiro

O Campeonato Pan-Americano de Handebol Feminino foi criado em 1986 e participam as seleções da América do Sul, América Central e Caribe e América do Norte.

Ano - Campeão

1986 - EUA (3º lugar - BRASIL)

1989 - CANADÁ (3º lugar - BRASIL)

1991 - EUA (3º lugar - BRASIL)

1997 - BRASIL

1999 - BRASIL

2000 - BRASIL

2003 - BRASIL

2005 - BRASIL

2007 - BRASIL

2009 - ARGENTINA (2º lugar - BRASIL)

2011 - BRASIL

2013 - BRASIL

2015 - BRASIL

#noticias #seleçãoadultaf #handebolnacional #pan #pan2017adultof #SeleçãoBrasileiraHandebol

3 visualizações