• Andréa Rodrigues

Gabi Moraes comemora título espanhol do Mecalia Guardés


Central brasileira se recupera de lesão no Brasil, mas foi homenageada pelas colegas de equipe durante comemoração



O Club Atlético Mecalia Guardés foi o campeão da DHF, a divisão feminina de handebol da Espanha na temporada 2016/2017. O time da central Gabriela Romero Moraes, que se recupera no Brasil de uma lesão no joelho, deixou a cidade de La Guardia em festa, já que há 55 anos uma equipe da região da Galícia não ganhava uma competição nacional. A vitória por 28 a 20 foi diante do KH7 Granollers, e com isso o Guardés desbancou o Bera Bera, que há quatro anos vencia o certame nacional.


Cidade de La Guardia (Espanha) em festa (magens TM - Telemariñas

Gabi Moraes contou à Tchê Esportes que mesmo machucada continuou sentindo-se parte da equipe vencedora. “Não tenho nem palavras, o clube, as meninas e a torcida em todos os momentos me mandando mensagem. E fazendo como se eu estivesse lá. Eu não vejo a hora de voltar e continuar a buscar resultados em novos sonhos”, disse a atleta, que retorna à Espanha em setembro para o início da nova temporada.


Durante a comemoração as colegas de equipe homenagearam Gabi com uma camiseta com o número 21, que ela usa desde quando jogava no Esporte Clube Pinheiros.



“Tenho sorte de ter ido pro Guardes. Fui campeã da temporada 2016/2017 e voltarei pra jogar a liga DHF 2017/2018”, comemorou.

Em sua primeira temporada na Espanha a jovem central brasileira era um dos destaques da equipe quando rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho. Voltou ao Brasil para realizar tratamento e enfrentar essa fase difícil junto à família. Mas ela diz que isso a fortaleceu. “Por mais que esteja lesionada, nunca me senti tão focada. Acho que posso realmente dizer hoje em dia que sou atleta profissional de handebol! É dificil de entender uma lesão, mas estou tentando aprender muito com isso. Cada dia que passa são novas fases, tanto física quanto psicológica.”

FICHA TÉCNICA

MECALIA GUARDÉS (15+13): Estela Carrera, Marisol Carratú, Raquel Lorenzo, Estela Doiro, Anthía Espiñeira, Alesia Kurchankova, Elena Onicas, Inés Hernández, Luciana Mendoza, Haridian Rodríguez, África Sempere, Rosa Álvarez, Xeila Fervenza, Rosario Urban, Ana Isabel Cerqueira e Marta Pombal

KH7 GRANOLLERS (13+7): Ayelen Rosález, Nicole Morales, Lora Sarandeva, Judith Vizuete, Mireia Torras, Carlota Rubio, Miriam González, Ona Vegué, Kaba Gassama, Anna Rojas, Anna Pi, Paulina Buforn, Remei Prat e María Murillo

ÁRBITROS: Friera Cavada e Álvarez Menéndez.


#noticias #handebolinternacional

1 visualização