• Andréa Rodrigues

Handebol Escolar é divertido e democrático

Atualizado: 7 de Mar de 2019



O Handebol, modalidade dinâmica, de velocidade e que mobiliza todos os segmentos corporais, é um esporte muito difundido em colégios e escolas brasileiras. No Brasil, em geral se inicia a prática da modalidade por volta de 9 a 11 anos. Na Europa temos turmas de iniciação esportiva com bola a partir de 4/5 anos.

O Handebol escolar é bastante praticado pelo fato de mobilizar várias crianças ao mesmo tempo. Tanto em aulas de Educação Física quanto em turmas de treinamento o fato de todos atacarem e defenderem, caracteriza o jogo por ter grande colaboração de todos os participantes. E como saem muitos gols, a probabilidade de vários atletas marcarem é maior do que no futebol.

Atualmente com o grande crescimento da modalidade no país, com conquistas continentais e mundiais e boas participações em Olimpíadas recentes, temos cada vez mais a presença de treinadores capacitados para a formação de novos valores e introdução do jogo.

Muitos desses treinadores trabalham paralelamente em clubes disputando campeonatos de suas federações e competindo em nível mais elevado, o que acaba levando ao crescimento do trabalho que é feito no escolar. Nesse âmbito temos competições municipais, estaduais, nacionais e mundiais, e o Brasil aparece muito bem nas edições recentes desses eventos internacionais.


Tomando por base o estado de São Paulo, e principalmente a sua capital, temos inúmeros torneios intercolegiais de "tiro curto" durante o ano, promovidos por várias escolas e colégios, como por exemplo o Interband (Colégio Bandeirantes), Olimagno (Colégio Magno), Oliarqui (Colégio Arquidiocesano), Olisabin (Colégio Albert Sabin) e por aí vai...

São vários torneios disputados durante praticamente o ano todo, além das Ligas que correm de forma mais extensa e com mais jogos – fases classificatórias, semifinais, finais – como por exemplo, a Liga de Esportes Escolares (LE2), que atualmente tem por volta de 70 equipes participantes nas categorias Sub-12, 14, 16 e 18 anos.

A prática do Handebol Escolar credencia o aluno no seu futuro acadêmico a poder jogar nas faculdades por até mais seis anos, dependendo do curso em questão. E até mesmo ter uma bolsa de estudo em algumas universidades, para jogar defendendo a instituição.

Em resumo, o esporte é uma grande e essencial ferramenta na formação da criança e adolescente. E o Handebol não foge à regra.

Vamos treinar, jogar e nos divertir!

Handebol para todos!


Convidamos você também a participar. Deixe aqui seu comentário, envie sua sugestão de assunto e entrevistas, elogios ou críticas para o HandBlog Tchê Esportes.

PERFIL DO AUTOR

Carlos Augusto Medeiros Campeão do Campeonato Mundial de Handebol Universitário Feminino em 2014 como auxiliar técnico, comanda a Liga de Esportes Escolares, é técnico de handebol e realizou curso internacional na Escola de Esportes de Aaruhs, na Dinamarca.

SOBRE A PÁGINA

Vai falar sobre o handebol escolar e a importância da modalidade na infância e na adolescência. Além de comentar sobre os campeonatos escolares.

#blog #noticias #handblog #handebolescolar

0 visualização