• Andréa Rodrigues

Diogo Hubner concorre a prêmio do Globo Niterói


Segunda edição do "Sou de Niterói" está com votação popular aberta


O evento é realizado pelo GLOBO-Niterói, e o prêmio Sou de Niterói, é uma homenagem a moradores da cidade que se destacam em suas áreas de atuação. A segunda edição chega com uma novidade: haverá votação popular. O júri é formado por dois jornalistas do GLOBO-Niterói, um representante da prefeitura do RJ e um integrante da sociedade civil. O público pode votar até dia 24 de maio.

Há três nomes indicados em dez categorias: arquitetura, cultura, educação, empreendedorismo, esporte, gastronomia, moda, música, saúde e sustentabilidade.

Os concorrentes na categoria esporte são:

  • Martine Grael, velejadora, foi medalha de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio ao lado da parceira Kahena Kunze

  • Diogo Hubner, jogador de handebol e atleta do Esporte Clube Pinheiros

  • Gabriel Alcântara, o ex-jogador da Seleção Brasileira de badminton ensina o esporte para jovens carentes

Como reconhecimento pela sua atuação nos Jogos Olímpicos, Diogo Hubner está concorrendo ao prêmio Sou de Niterói, realizado pelo GLOBO Niterói, na categoria Esporte. "Fico muito feliz em ser escolhido. Nossa cidade respira esporte e tem inúmeros nomes importantes, em várias modalidades. Só tenho a agradecer", disse Diogo. Para votar, é preciso apenas acessar o link e clicar no nome do atleta. Foi inclusive na própria cidade que Diogo deu seus primeiros passos no Handebol. A convite do professor Luiz Antonio Brasil, no Centro Educacional de Niterói, ele teve o primeiro contato e se apaixonou de cara pelo esporte. Posteriormente jogou pelo tradicional Niterói Rugby. Até o dia 26 de maio, uma exposição no Plaza Shopping, em Niterói (RJ) contará a história de todos os 30 indicados. Os nomes mais votados serão revelados no dia 27 de maio, e a cerimônia de entrega do prêmio acontecerá no dia 31, no Teatro Municipal da cidade carioca.


Diogo Hubner

Atleta do Esporte Clube Pinheiros, de São Paulo, Diogo Hubner, de 34 anos, começou a jogar handebol aos 9 anos no Centro Educacional de Niterói. Ao longo da carreira, jogou por clubes de Niterói, Rio e São Paulo. Na seleção brasileira, ganhou a medalha de ouro nos Jogos Pan-americanos de 2015, em Toronto. Também integrou a Seleção Brasileira nos Jogos Olímpicos de 2016.

Fernanda Keller, foi a vencedora do prêmio em 2016 na categoria esporte. A niteroiense é a única atleta do mundo a participar por 23 anos consecutivos do Campeonato Mundial de Ironman, que acontece no Havaí, e terminar 14 vezes entre as dez melhores.

#noticias #handebolnacional

1 visualização