• Andréa Rodrigues

Ex-técnico de Duda Amorim, Babi e Ana Paula assume Seleção Feminina de Handebol


Sérgio Graciano fica no cargo até o final do Pan-Americano; comissão técnica é formada por treinadores das seleções brasileiras de base


A seleção Brasileira Feminina de Handebol tem um técnico interino para a disputa do Campeonato Pan-americano de Buenos Aires, que acontece de 18 a 25 de junho. Sérgio Graciano, treinador do Blumenau e que já trabalhou com Duda Amorim, Ana Paula, Babi e Deonise, assume interinamente o cargo até a chegada de um treinador estrangeiro. O restante da comissão técnica será formada, em sua maioria, por técnicos que estiveram nas seleções juvenil e junior. “A estratégia é manter a filosofia que já se tem implantada e esperar a contratação do novo técnico para a partir daí discutimos com ele o planejamento já traçado para o Mundial”, disse Ricardo Souza, vice-presidente da Confederação Brasileira de Handebol (CBHb), à Tchê Esportes.

Os auxiliares técnicos serão Cristiano Rocha, ex-técnico da seleção juvenil, e Daniel Soares, o Cubano, ex-técnico da seleção junior. Marina Calister será a fisioterapeuta e Álvaro Casagrande responderá pela supervisão no lugar de Rita Orsi, que ocupou o cargo por 12 anos. “Devo me encontrar com a Rita na próxima semana. É importante que conversemos para realizar essa transição. Ela já me ajudou bastante no ano passado, quando assumi a supervisão da juvenil”, contou Casagrande.


O técnico Cubano, atual campeão pan-americano com a seleção feminina junior e também campeão mundial universitário e 2014, comemorou bastante a transição para a equipe adulta. “Fui pego de surpresa e estou muito feliz!”, disse à reportagem sobre o convite oficial feito nessa sexta-feira (12/mai).


Sobre a escolha da comissão o vice Ricardinho, como é conhecido, acrescentou: “A escolha do Graciano como interino foi pela experiência que ele tem como técnico e por conhecer algumas das atletas que hoje estão na seleção e já foram treinadas por ele. O Cristiano por ter trabalhado no ciclo passado e o Cubano por ter trabalhado na Junior, na seleção de novas e na universitária.”


Em relação ao técnico estrangeiro que deverá assumir o comando da seleção principal Ricardinho afirma que nada pode ser divulgado ainda. “A forma que estamos contratando os técnicos, não será da mesma forma que os anteriores, pelo menos neste atual cenário. Não temos uma data definida, pois agora dependemos apenas da burocracia por eles serem estrangeiros. Mais com eles já está tudo acertado.”

A convocação para esse ciclo, que além do Pan inclui um Torneio Quatro Nações, deve ser anunciada na próxima semana. A apresentação para uma fase de treinamentos está marcada para o dia 7 de junho, em São Bernardo do Campo (SP).

O sorteio dos grupos da competição foi neste sábado (13), às 12h (horário de Brasília). O Pan-Americano Feminino será disputado por dez países - Brasil, Argentina, Porto Rico, Uruguai, Paraguai, Chile, Estados Unidos, Guatemala, Colômbia e República Dominicana - que disputarão por três vagas no Campeonato Mundial da Alemanha, em dezembro.

Grupo A

Brasil / Porto Rico / Paraguai / Estados Unidos / Colômbia

Grupo B

Argentina / Uruguai / Chile / Guatemala / República Dominicana

  • Os dois primeiros colocados de cada grupo disputam as semifinais.

  • A ordem das partidas ainda não foi divulgada.

Campanha da Seleção Brasileira Feminina

2011 - Ficou em quinto lugar no Mundial (Técnico: Morten Soubak)

2013 - Campeã Mundial (Técnico: Morten Soubak)

2015 - Eliminada nas oitavas de final do Mundial (Técnico: Morten Soubak)

#noticias #seleçãoadultaf #handebolnacional

1 visualização