• Andréa Rodrigues

Você conhece o Handebol Universitário?

Atualizado: 7 de Mar de 2019



O Esporte Universitário vem ganhando espaço no cenário paulista com Atléticas mais organizadas, técnicos qualificados e um bom número de competições durante o ano. O calendário de 2017 começou logo após o Carnaval e vai direto até dezembro.

Falando especificamente de handebol, faço uma comparação da época em que eu era universitário para os dias de hoje. Sou formado em Educação Física desde 1992 e no período em que cursei a faculdade, havia três principais competições para as Atléticas:

  • Torneios da FUPE (Federação Universitária Paulista de Esportes) que teve seu auge com a conquista da sede própria, próxima ao Metrô Tietê, e concentrava um grande número de modalidades no mesmo espaço, o que facilitava a interação dos alunos/atletas de diferentes equipes e universidades.

  • Torneios internos das universidades (USP, Mackenzie)

  • Torneios entre cursos (Intermed, Economíadas, Jogos Jurídicos)

Hoje as grandes diferenças são o maior número de equipes organizadas, com mais dias de treinamento e a contratação de ótimos técnicos e o crescimento do leque de possibilidades de torneios, muito devido ao fato da perda do espaço físico da FUPE.


A NDU (Novo Desporto Universitário) cresceu muito durante os últimos anos e vem se mostrando uma forte opção para as equipes, mas os torneios da FUPE ainda são os únicos que levam os vencedores a outro estágio, no caso os campeonatos nacionais LDU (Liga do Desporto Universitário) e o tradicional JUBs (Jogos Universitários Brasileiros), que antigamente era uma competição de seleções estaduais. Desde 2005 vem sendo disputada pelas equipes universitárias.


Em relação aos atletas que disputam as competições por suas equipes, não vejo tanta diferença com a minha época, pois continuamos tendo atletas federados, ex-federados, aqueles que jogaram na escola e os que não tiveram experiência alguma, mas querem fazer parte de uma equipe no período de sua graduação.


Resumindo, acredito que hoje existam mais possibilidades para a prática do handebol universitário, que vem sendo disputado por muito mais equipes e bem mais organizadas, mas ainda gostaria de ver todas as Atléticas participando de um mesmo torneio, regido por apenas uma entidade, com diferentes divisões e que levasse os campeões a algum novo desafio.


Convidamos você também a participar. Deixe aqui seu comentário, envie sua sugestão de assunto e entrevistas, elogios ou críticas para o HandBlog Tchê Esportes.

PERFIL DO AUTOR

Álvaro Casagrande Herdeiro é técnico da equipe feminina da Medicina USP e masculina da UNIP. Auxiliar técnico da Seleção Brasileira Universitária Masculina de Handebol.

SOBRE A PÁGINA

Vai contar sobre o dia a dia do handebol universitário, como rotina de treinos, seletivas, competições, principais atletas e as histórias do esporte na universidade.

#handeboluniversitario #handeboluniversitario2017 #blog #noticias #handblog

0 visualização