• Andréa Rodrigues

Brasil deixa Mundial de Handebol Masculino, mas mostra a força da nova geração


Seleção fez a melhor partida do torneio, mas caiu diante da Espanha nas oitavas de final por apenas um gol; Bombom foi o MVP do jogo


A Seleção Brasileira entrou em quadra contra a invicta Espanha na fase de classificação do Campeonato Mundial de Handebol Masculino. Do outro lado da quadra estava o time comandado por Jordi Ribeira, técnico do Brasil até as Olimpíadas 2016. Mesmo tendo sido o quarto colocado do grupo A, os brasileiros também conheciam a forma de jogar do ex-comandante e entraram em quadra em igualdade. Durante todo o jogo o Brasil teve leve vantagem no placar, mas a força e maior experiência espanhola fizeram diferença no fim do jogo, que terminou com diferença de apenas um gol: Brasil 27 x 28 Espanha.


O aproveitamento brasileiro na partida foi de 68% (27/40) e da Espanha foi de 61% (28/46).

O goleiro Bombom foi escolhido o melhor jogador da partida (MVP) ao defender 14 de 38 bolas (38%). Após participações irregulares na fase de classificação, os jogadores brasileiros mostraram que evoluíram ao longo do campeonato e que é uma geração que ainda terá muitas oportunidades de amadurecer e incomodar até mesmo seleções tradicionais no esporte, já que são muito jovens. A média de idade do Brasil é de 24,4 anos.

1º Tempo

O Brasil começou jogando bem, distribuindo o jogo e não precipitando os ataques. Haniel, Tchê e Chiuffa puxam a parte ofensiva. Os pontas foram um pouco mais acionados, e Cleryston fez dois importantes gols. Debaixo da trave, Bombom estava inspirado e deu segurança à defesa brasileira.

Um momento importante, e que deu mostra de como o Brasil estava ligado na partida aconteceu por volta dos oito minutos, quando Bombom parou três ataques em sequência da Espanha. Além disso, pegou um 7 metros e o rebote. A Espanha cometeu mais faltas e chegou a levar quatro punições de dois minutos. Final de primeiro tempo: Brasil 18 x 16 Espanha.

2º Tempo

Na segunda etapa o goleiro Bombom continuou defendendo muito. O Brasil abriu mais um gol de vantagem, mas depois viu o goleiro Corrales dificultar o ataque brasileiro. A Espanha chegou ao empate em 20 a 20 aos 9min36seg e o técnico Washington Nunes pediu tempo para reorganizar a equipe. O jogo continuo equilibrado. A Espanha ainda teve dois 7 metros que o goleiro Maik defendeu.

Aos 27min42seg o placar estava empatado em 26 a 26, mas então Zé Toledo levou dois minutos por uma marcação mais forte. Viu a Espanha converter o 7 metros e ainda anotar mais um gol. A Seleção ainda lutou até o fim e tirou a defesa, mas faltando 20 segundos e sem a posse de bola, nada mais pode fazer. Final de partida: Brasil 27 x 28 Espanha.

Com o resultado a Seleção Brasileira se despediu do Campeonato Mundial de Handebol Masculino da França e repete a atuação de outras participações, quando chegou até a fase das oitavas de final.


(Imagens Time 4 Sport)

OITAVAS DE FINAL

21/JAN - SÁBADO

NORUEGA 34x24 MACEDONIA

FRANÇA 31x25 ISLÂNDIA

RÚSSIA 26x32 ESLOVÊNIA

BRASIL 27x28 ESPANHA

JOGOS DO DIA 22/JAN - DOMINGO

13H00 - BIELORRÚSSIA x SUÉCIA

13H00 - HUNGRIA x DINAMARCA

15H00 - ALEMANHA X QATAR

17H45 - CROÁCIA x EGITO

ELENCO - Seleção Brasileira Masculina de Handebol

GOLEIROS

César Augusto de Almeida 'Bombom' (OIF Arendal-Noruega)

Maik Santos (AL-Rayyan-Qatar)

ARMADORES

Gabriel Ceretta Jung (FC Barcelona-Espanha)

Haniel Lângaro (BM Naturhouse La Rioja-Espanha)

José Guilherme de Toledo (Orlen Wisla Plock-Hungria)

Leonardo Dutra (EC Pinheiros-Brasil)

Oswaldo Maestro Guimarães (Anaitasuna-Espanha)

Thiago Alves Ponciano (BM Ciudad Encantada-Espanha)

*Thiagus Petrus Gonçalves dos Santos (Mol-Pick Szeged-Hungria)

CENTRAIS

Henrique Teixeira (CB Huesca-Espanha)

João Pedro Francisco da Silva (Chambery Savoie Handball-França).

PONTAS

Claryston David Cordeiro Novais (ADJF/Independência Trade-MG)

Fábio Chiuffa (KIF Kolding - Dinamarca)

Guilherme Torriani (Vegus/Guarulhos-SP)

Lucas Cândido (BM Guadalajara-Espanha).

PIVÔS

Alexandro Pozzer (Fertiberia Puerto Sagunto-Espanha)

Rogério Moraes (WC Vardar-Macedônia) .

COMISSÃO TÉCNICA

Técnico: Washington Nunes

Assistente técnico: Hélio Lisbo Justino

Treinador de goleiros: Diogo Castro

Preparador físico: Fernando Millaré

Fisioterapeuta: Gustavo Barbosa

Supervisor: Cássio Marques

* Thiagus Petrus deixou o grupo por lesão no dia 16/jan e foi substituído por Leonardo Dutra (EC Pinheiros - Brasil)

LEIA TAMBÉM

Brasil dá sufoco na Espanha, mas acaba eliminado nas oitavas de final

Irregular, Brasil tem segundo tempo ruim e perde para a Rússia no Mundial

Leo Dutra, do Pinheiros, substitui Thiagus Petrus no Mundial de Handebol

Brasil é dominado pela Noruega e perde a segunda no Mundial da França

Brasil bate o Japão e encaminha vaga para oitavas do Mundial de Handebol

Com Petrus de volta e time inspirado, Brasil vence Polônia por 28 a 24

Após parar em paredão francês, Brasil foca na Polônia por vaga nas oitavas

Com goleiro paredão, França goleia o Brasil na estreia do Mundial em casa

25º Campeonato Mundial de Handebol Masculino - França 2017

#noticias #mundialfrança2017masculino #seleçãoadultam #SeleçãoBrasileiraHandebol

7 visualizações