Buscar
  • André Pereira

Atibaia Handball Cup 2016 reúne as melhores equipes de base


Durante o feriado de Corpus Christi, 14 times de seis estados se enfrentam para conhecer os campeões em quatro categorias de base


A Atibaia Handball Cup já se tornou uma das principais competições das categorias de base de handebol do País. Prova disso é a participação de equipes de seis estados – São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Santa Catarina e Distrito Federal – em quatro categorias: mirim, infantil, cadete e juvenil.


Além disso, há até atleta de nível internacional na disputa. A jogadora Ariana Portillo, do Esporte Clube Pinheiros, nasceu no Paraguai e faz parte da Seleção do país.


Ela nasceu em 2001 – tem 14 anos – e tinha o sonho de jogar no Brasil após ver o título mundial conquistado na Sérvia em 2013. “Os pais dela vieram conversar comigo durante as férias e conseguimos trazê-la”, disse a técnica Carla Antonucci ao falar da atleta que joga na ponta, mas que também atua em outras posições. A equipe de Ariana está na categoria juvenil, apesar do time todo ser cadete. “Nosso time juvenil quase todo está na Seleção, então optamos por trazer as meninas mais novas para poder dar um descanso para elas”, contou Carla.


Emerson Erlacher, técnico do Colégio Castro Alves de Cariacica, no Espírito Santo, elogiou a competição em que participa pela primeira vez. “Sempre ouvimos falar muito bem dela, mas como somos de longe, precisávamos de apoio, que chegou esse ano pela prefeitura. Mas independente de ganhar ou perder viemos para fazer um intercâmbio com as equipes que estão aqui, que são muito boas. E esse intercâmbio vai nos fazer muito bem no restante do ano”, falou sobre a escola que tem 16 títulos nacionais, quatro sul-americano feminino, quatro sul-americano masculino e um vice-campeonato mundial juvenil escolar.



Pinheiros e Colégio Castro Alves jogaram pela categoria juvenil na noite dessa quinta-feira (25/mai), logo após a cerimônia de abertura da Atibaia Handball Cup 2016. Pinheiros venceu a partida por 15 a 9, mas havia perdido a primeira etapa por 5 a 6, quando a goleira Geandra de Souza, do Castro Alves, fez oito defesas importantes.


Na segunda etapa, no entanto, o destaque foram as atletas do Pinheiros Marcela e Ana Luiza, que puxaram a reação do time.


A sexta edição do torneio reúne cerca de 560 atletas inscritos, 45 dirigentes, 12 árbitros, um coordenador de arbitragem, três delegados de ginásio, três coordenadores do evento, dois coordenadores operacionais e 48 membros de staff (limpeza, alimentação, motoristas, mídias, zeladores, segurança e logística). Um dos organizadores da competição Ronaldo Bueno Pinto informou que serão disputados 120 jogos ao longo dos quatro dias. “Temos muitas equipes que participam de campeonato brasileiro e até competições internacionais. Isso prova que o nível técnico da competição está altíssimo”, avaliou.


Fotos e informações




#noticias #AtibaiaHandballCup #Atibaia #atibaiahandebolcup2016

4 visualizações
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram