• Andréa Rodrigues

Com final eletrizante, Taubaté e Santo André empatam


Jogo foi equilibrado e com muitas exclusões pelo Super Paulistão Feminino de Handebol


Taubaté e Santo André fizeram um jogo de muitas emoções pelo Super Paulistão Feminino de Handebol na tarde de sábado (23/mai) no ginásio da Emecal, em Taubaté (SP). O jogo que terminou empatado por 20 a 20 teve diferentes possibilidades de vitória para ambas equipes nos minutos finais.

DESTAQUE

PRIMEIRO TEMPO

O primeiro tempo foi bastante igual com as duas equipes imprimindo forte marcação, tanto que aos 15 minutos a partida estava empatada por 6 a 6. Nos cinco minutos seguintes Taubaté conseguiu roubar bolas, sair no contra-ataque e com isso abrir pequena vantagem (9x8). Mas Santo André correu atrás do prejuízo e chegou novamente ao empate aos 23 minutos após um chute na trave da ponta Fernanda e no rebote Flávia marcou (9x9).

Aos 27min30seg Flavinha, goleira de Santo André, fez duas ótimas defesas, o que garantia dois gols de vantagem para sua equipe. No entanto, em um erro na saída de bola Aline Pateta entrega a bola para Taubaté,que marca e diminui a desvantagem. Final de primeiro tempo: Taubaté 11 x 12 Santo André.

DESTAQUE

SEGUNDO TEMPO

No segundo tempo, os cinco minutos iniciais foram melhores para as donas da casa, que chegaram ao empate por 14 a 14 em um chute de fora de Shay. Pelo lado de Santo André, Priscila não com seguia o mesmo êxito nesse fundamento. Além disso, logo após bater um 7 metros e a goleira de Taubaté defender, aos 10 minutos Fernanda acabou torcendo o tornozelo na jogada seguinte e saiu carregada de quadra. Os próximos 10 minutos foram de predomínio de Santo André, que abriu a maior vantagem do jogo: três bolas.


O técnico de Taubaté Dimas Lara então pediu tempo e subiu muito a marcação e aos 24min30seg chegou ao empate por 19 a 19 em uma ótima jogada pela ponta esquerda. Aos 27min53seg Taubaté teve um 7 metros e passou à frente (20x19). A partir daí o jogo ficou bastante corrido e nervoso. A primeira polêmica ocorreu alguns segundos depois quando o técnico Rubens Piazza pediu tempo e isso teria impedido um contra-ataque de Taubaté. Aos 28min42seg Dani Giacomazi chutou uma bola na trave e Santo André perdeu a chance de empatar.


Faltando um minuto para o fim da partida, Dimas Lara pediu tempo para organizar o último ataque de sua equipe, que acabou parando na goleira Flavinha, de Santo André. Aos 29min34seg Vanessa, de Taubaté levou doisminutos por impedir a rápida reposição do adversário. Cinco segundos depois Santo André chegou ao empate por 20 a 20. Na sequência Flavia levou dois minutos e poucos segundos depois foi a vez de Aline receber a mesma punição, deixando Santo André com quatro jogadoras na linha. Restavam oito segundos, mas não houve tempo para nenhuma das equipes marcarem. Fim de jogo: Taubaté 20 x 20 Santo André.

DESTAQUE

PALAVRA DOS TÉCNICOS

Para o técnico de Taubaté Dimas Lara o empate teve gosto de derrota. “Tivemos um ataque para abrir duas bolas e perdemos. A sequência de derrotas que temos colocou um pouco de pressão no time, mas o empate diante da equipe de Santo André acabou sendo um bom resultado porque é um grupo que briga pela ponta. Treinamos essa dificuldade e fizemos uma grande marcação em cima da Audi, que pra nós é uma atleta diferenciada”, analisou.


Rubens Piazza, técnico de Santo André, comemorou o empate no fim do jogo, mas lembra que o time teve chance de vencer. “No final jogamos os últimos dez a quinze minutos com uma menina a menos e isso fez uma diferença grande. A vantagem é que tivemos uma atuação boa da goleira (Flavinha) e em nenhum momento o time desistiu. Mas no ataque a coisa foi complicada, a gente não conseguiu render depois de uma marcação individual em cima de duas meninas”, disse Piazza


DESTAQUE

MELHOR DO JOGO

A atleta Vanessa Reis, de Taubaté, foi eleita a melhor jogadora da partida pela Federação Paulista de Handebol (FPHb).


DESTAQUE

ARTILHEIRA

Vanessa Reis marcou oito vezes e foi a artilheira da partida. Pelo lado de Santo André, quem mais marcou foram Jéssica Lopes e Priscila Santos, com quatro gols.

DESTAQUE

AGENDA

O Santo André joga na terça-feira (24/mai) contra o Guarulhos no ginásio da Ponte Grande, em Guarulhos, às 20h.

O Taubaté joga no sábado (28/mai) contra a equipe do CEPE Santos, às 15h30, no ginásio da Emecal, em Taubaté (SP).

DESTAQUE

DEPARTAMENTO MÉDICO I

A jogadora de Taubaté Fabiane Santos acabou batendo a testa no chão após um lance de forte marcação sobre Santo André, no final do primeiro tempo. Ela saiu de quadra, foi atendida pelos médicos plantonistas e voltou ao banco aplicando gelo no local da pancada. A atleta voltou a jogar na segunda etapa.


DESTAQUE

DEPARTAMENTO MÉDICO II

Fernanda Barbosa passou todo o restante do jogo no banco, torcendo pelas companheiras de equipe, já que deixou na quadra aos 10 minutos do segundo tempo com um entorse no tornozelo. Ela será avaliada, mas não deve jogar contra Guarulhos na terça-feira (24/mai).


DESTAQUE

TORCIDA APAIXONADA

Da arquibancada vieram muitos gritos de incentivo a Taubaté. Mais precisamente para uma jogadora: Shayane Oliveira, que marcou três gols na partida. O torcedor apaixonado é o namorado da atleta.


DESTAQUE

TORCIDA VIP I

Os atletas da equipe masculina de Taubaté estavam na torcida pelo time feminino. Os goleiros Rick Miles e Maik Santos e o pivô Vinícius Teixeira compareceram ao ginásio.


DESTAQUE

TORCIDA VIP II

Marcão, goleiro do Pinheiros, também esteve em Taubaté, mas por um outro motivo: foi torcer pela namorada Fernanda Barbosa, de Santo André.


SÚMULA DO JOGO

ÁRBITROS

Francisco Rosa e Luis Nelson



CRONOMETRISTA / SECRETÁRIO / DELEGADO DA FPHb

Andrea Inglez, Lucas Nunes e Rogério Fiacadori


EXCLUSÕES

Taubaté (03)

Santo André (05)

GALERIA


#superpaulistão #sp2016 #handebolfeminino #spf2016 #noticias #taubatéfeminino #santoandréfeminino

3 visualizações