• Andréa Rodrigues

Santo André vence primeira partida das quartas-de-final


Equipe do ABC ganha por 25 a 20 de Osasco e leva vantagem na busca pelas semifinais do Super Paulistão Feminino de Handebol.


Santo André jogou em casa a primeira partida das quartas-de-final do Super Paulistão Feminino de Handebol. O time enfrentou o Osasco e venceu por 25 a 20. Com isso, pode perder por uma diferença de até quatro gols que estará classificado para as semifinais do campeonato. O jogo aconteceu no ginásio do Camilópolis, em Santo André (SP), na noite dessa terça-feira (20/out).

Primeiro Tempo

Santo André começou melhor a partida, ainda que tivesse perdido gols importantes nos minutos iniciais. Ao mesmo tempo Osasco demonstrava uma leve apatia e não apresentava a mesma velocidade que em jogos anteriores. Mais uma vez a goleira Flavia Vidal fez grandes defesas, apoiada por uma marcação intensa de suas companheiras. O primeiro tempo terminou Santo André 15 x 8 Osasco.

Segundo Tempo

Osasco voltou para a etapa querendo reverter a desvantagem, mas o time não conseguia entrosar-se em quadra. Aliado a isso, a equipe que já não tinha Ana Barbosa, que rompeu o ligamento, via a ponta Bruna Caroline jogar com um problema no tornozelo. Já Santo André que teve a volta de Neia, fundamental no esquema defensivo do técnico Rubens Piazza e a boa participação de Flavia no ataque.


Day Clark, deixa ginásio imobilizada. Foto: André Pereira / Tchê Esportes

Aos 25 min a armadora Dayana Clark caiu sentada após um ataque e preocupou a todos no ginásio. A atleta precisou ser imobilizada e removida para um atendimento de urgência para realizar exames. A partida ficou cerca de 25 minutos parada e no retorno, Santo André confirmou a vitória por 25 a 20.


Renata Hernandes, Técnica de Osasco. Foto: André Pereira / Tchê Esportes

A técnica de Osasco Renata Hernandes disse ao final da partida que o time estava um pouco apático. Osasco tem atletas muito jovens e foi formada este ano. “Os problemas e as ausências de jogadoras importantes também contribuem pra isso. Vamos ver quem poderá jogar na sexta-feira (23/out) e tentar reverter a situação. Já chegamos muito longe pra quem está no primeiro ano de campeonato e queremos mais”, contou Renata à Tchê Esportes. A equipe teve melhor campanha que Santo André na fase classificatória e por isso, se ganhar por uma diferença de cinco gols, estará classificada para a semifinal.


Piazza, Técnico do Santo André. Foto: André Pereira / Tchê Esportes

O técnico Piazza, de Santo André, disse que ainda há coisas a corrigir no time, mas que ficou contente com o desempenho da equipe. Ele destacou a boa fase das goleiras Flavia e Naira, a volta da pivô Neia e as atuações de Aline e Vika. “Estou contente, mas não estou tranquilo. Queremos a classificação e vamos buscar isso”, falou o técnico à nossa reportagem.

Nota da Redação: Segundo informação compartilhada na página Handebol Osasco Feminino, do Facebook, por Antonio Alves Pedroso, mais conhecido na cidade como Tim Maia, Dayana Clark sofreu uma luxação e está com o pescoço imobilizado.

Ficha do jogo:

Destaque da partida – Flavia Vidal, goleira de Santo André


Artilheira – Thaís Marcondes, Osasco, com 7 gols


Árbitras: Hosana Bastos e Adriana Caparica


Delegado da FPHand: Rogério Fiacadori


Tchê Esportes.

Handebol em Primeira Mão!

#superpaulistão #spf #handebolfeminino #santoandréfeminino #osascofeminino #noticias #spf2015

1 visualização