• Andréa Rodrigues

Handebol feminino perde invencibilidade na Universíade


Seleção Brasileira Universitária Feminina foi derrotada por 29 a 26 pela República Tcheca, mas segue em segundo lugar.


Seleção Brasileira Universitária. (foto Divulgação CBDU)

O Brasil perdeu a invencibilidade no handebol feminino na Universíade ao ser derrotado pela República Tcheca por 29 a 26 nessa sexta-feira (10/jul). O Brasil continua em segundo lugar na competição que acontece em Gwangju, na Coreia do Sul. A primeira colocada é a Rússia, invicta, com 8 pontos.


Cubano: "A equipe estava apática". (foto arquivo Tchê Esportes)

A Seleção não conseguiu repetir a boa atuação que teve diante da Eslováquia no dia anterior, principalmente na parte defensiva. “A equipe estava muito apática na defesa e deixamos o adversário tomar conta do jogo”, contou o técnico Daniel Cubano à reportagem da Tchê Esportes.

A Seleção começou atrás no primeiro tempo, mas não deixava as tchecas abrirem vantagem. No entanto, nos 15 minutos finais as adversárias do Brasil tomaram a frente no marcador e seguiu assim até o fim da etapa, que terminou em Brasil 14 x 15 República Tcheca.


Patrícia: "Bola pra frente". (foto arquivo Tchê Esportes)

No segundo tempo, o Brasil tentou uma reação e conseguiu pequena vantagem até a metade da etapa, quando a República Tcheca virou o placar. Fim do jogo e da invencibilidade: Brasil 26 x 29 República Tcheca. A central Patrícia Matieli lamentou a derrota. “(Foi) um jogo que não poderíamos perder, mas já foi, bola pra frente. Vai ser bem complicado ganhar de muitos gols da Rússia, mas tem que ganhar pra brigar pelo bronze”, disse.


Tainára Gonçalves, artilheira do Brasil nesse jogo. (foto arquivo Tchê Esportes)

A artilheira do Brasil na partida foi a armadora Tainara Gonçalves, com oito gols, dois a menos que a tcheca Tereza Kubackova.

A goleira Flavia Vidal ainda defendeu dois 7 metros, dos seis que a equipe sofreu.

Chance de medalha

A Seleção Brasileira Universitária de Handebol Feminino precisa de fato vencer a Rússia na madrugada deste domingo (12/jul às 4h, horário de Brasília) para seguir com possibilidade de disputar uma medalha na Universíade. Entenda:

- O Brasil pode chegar aos mesmos 8 pontos da Rússia se vencer a equipe.

- A República Tcheca também pode chegar a 8 pontos caso ganhe do Uruguai, que ainda não venceu na competição.

- Se as três equipes chegarem a 8 pontos, o critério de desempate será o saldo de gols entre elas, eliminando-se os confrontos com outras seleções.

- Neste caso, o Brasil pode chegar ao primeiro lugar do grupo se ganhar da Rússia por 10 gols de diferença e disputa a medalha de ouro. Em caso de vitória por um saldo menor, ficará em segundo lugar no grupo, independente do resultado da República Tcheca e disputa a medalha de bronze.

-Se o Brasil perder e a República Tcheca for derrotada pelo Uruguai, as brasileiras ficam em terceiro lugar pelo critério de confronto direto e disputam a medalha de bronze. Este é o resultado mais improvável de acontecer, dado o histórico do Uruguai na competição.

- Se a República Tcheca vencer e o Brasil perder para a Rússia vai ficar em terceiro lugar no grupo, sem possibilidade de disputar medalha.

Confira a tabela de classificação do Grupo B


Tabela de Classificação Grupo B


Universíade - Tabela de Classificação completa e outras notícias >> clique aqui

#universiade #universiadefeminino2015 #noticias #universiade2015

0 visualização