• Andréa Rodrigues

#Palavra do Técnico: Herdeiro e José Batista falam de jogo equilibrado


Hebraica vence Piracicaba por 25 a 24 nos segundos finais, em partida válida pelo Super Paulistão Masculino de Handebol.


Herdeiro e José Batista falam sobre o jogo. (arte Tchê Esportes)

Os técnicos Álvaro Herdeiro, da Hebraica, e José Batista, de Piracicaba, tiveram bastante trabalho para orientar suas equipes durante o confronto que ocorreu no ginásio poliesportivo do clube A Hebraica, na sexta-feira (29/mai). A partida foi muito equilibrada e uma estratégia acertada poderia garantir vantagem. Mas tanto no primeiro quanto no segundo tempo a diferença foi de apenas uma bola no placar, e definidas apenas nos segundos finais. A vitória foi da Hebraica por 25 a 24.

Veja o que os técnicos contaram à Tchê Esportes sobre a partida.

Álvaro Herdeiro – A Hebraica


Álvaro Herdeiro, técnico da Hebraica. (foto André Pereira / Tchê Esportes)

O jogo

“Eu já esperava que o jogo seria equilibrado porque a gente sabe do potencial da equipe deles. Já tinha conversado durante a semana e treinado sabendo que seria um jogo bem difícil de fazer. E talvez por jogar em casa aumenta um pouco mais a obrigação nossa de ter um resultado positivo, então isso pode até ter influenciado no aspecto emocional do jogo. A equipe tem mais uma responsabilidade nas costas, de ganhar por estar jogando em casa. Então nós não conseguimos abrir uma vantagem, ficamos jogando sempre equilibrado, com a vantagem de um ou dois gols pra lá ou pra cá, então isso não deixou o jogo tranquilo pra nenhuma das equipes. “

Defesa x Ataque

“No segundo tempo nós voltamos de uma outra forma defensiva, nosso goleiro Alan foi muito bem no segundo tempo também e conseguimos equilibrar. Nós tomamos 24 gols nos jogo, o que não é muito. Nos nossos jogos nós temos sofrido poucos gols, conseguimos equilibrar o jogo defensivamente mas não fizemos uma boa partida no ataque. Quando criamos não conseguimos fazer o gol. O goleiro deles foi muito bem também, e isso causou um certo desequilíbrio emocional. Estar ali num jogo parelho, tendo que vencer e não ver no placar uma vantagem que deixaria um pouco mais confortável. Esse foi o grande problema, em momento algum a gente conseguiu abrir mais de três gols e rápido eles já equilibraram de novo e até viraram um ou dois gols na frente também.”


Objetivo da equipe

“A gente pensa em vencer o maior número de partidas. Demos uma reformulada em nossa equipe, nosso objetivo maior não é ainda esse ano, é a gente crescer, evoluir pro ano que vem estar mais consistente. Então vamos buscar o máximo de vitórias possíveis. Viemos de um bom jogo contra Taubaté, conseguimos equilibrar o jogo durante boa parte do jogo, e o objetivo hoje era fazer o mesmo, jogar da mesma forma como jogamos contra Taubaté e hoje não conseguimos.”

José Batista – 15 Piracicaba


José Batista, técnico do 15 de Piracicaba. (foto André Pereira / Tchê Esportes)

A Equipe

“Eu fiquei feliz porque a gente não estava indo bem nos nossos jogos. A gente fez três jogos muito ruins e hoje achei que a gente fez um jogo bom, com obediência tática maior. Eu acredito que os meninos estão amadurecendo e que a gente possa melhorar daqui pra frente, que a gente consiga fazer mais jogos dessa qualidade. Infelizmente não conseguimos a vitória, seria importante pra gente, mas terão mais jogos, a gente terá outras oportunidades.”

Defesa

“A gente ainda continua definindo muita bola precipitada. Não sei se é falta de experiência, a gente sempre bate nessa tecla, está meio taxativo até. Mas eu espero que eles amadureçam um pouco pra definir melhor a bola no gol. Defensivamente a gente melhorou bastante, que foi um pouco que eu peguei muito depois do jogo contra Franca, que a gente jogou muito mal lá. E aí eu peguei firme no ponto defensivo. A gente melhorou muito, contra Jundiaí a defesa foi muito boa também, a gente conseguiu ganhar o jogo e hoje a gente conseguiu marcar muito bem. Sabemos da qualidade do time da Hebraica, mas o que a gente espera é melhorar um pouquinho de cada vez.”


Ataque

“Vamos tentar agora trabalhar um pouquinho mais o ataque, porque os jogos regionais estão aí, que é a prioridade nossa, e vamos ver o que a gente consegue de resultado positivo.”


Tchê Esportes

Handebol em Primeira Mão!

#superpaulistão #spm #hebraicamasculino #15piracicabamasculino #handebolmasculino #noticias #spm2015

0 visualização