• Andréa Rodrigues

São Paulo treina forte para Brasileiro de Futevôlei 3x3



Marcão, Juninho, Dhieguinho e LP representam o São Paulo FC no Campeonato Brasileiro 3x3 em Caldas Novas (GO).


Dhieguinho e Marcão, SPFC, treinam em São Paulo (foto André Pereira / Tchê Esportes)

O São Paulo FC vai ao Campeonato Brasileiro de Futevôlei 3x3, em Caldas Novas (GO) com atletas recém chegados à Confederação Brasileira de Futevôlei (CBFv), mas bastante experientes na modalidade. O quarteto formado por Marcão, Juninho, Dhieguinho e LP realiza forte preparação para o torneio, mesmo que a data tenha sido adiada. O mais provável é que a competição aconteça no final de junho. Mas isso não atrapalha a preparação dos jogadores, que treinam forte em busca de uma das quatro vagas para o Mundial 3x3.


Marcão, atacante do SPFC no Futevôlei 3x3 (foto André Pereira / Tchê Esportes)

“Quando a gente foi formar o time a ideia era buscar ter todas as possibilidades no esquema tático. Então a gente juntou dois bons passadores, que no caso são o Dhieguinho e o LP, e dois atacantes, no caso eu e o Juninho. Então dessa forma a gente consegue se distribuir dentro de quadra sempre tendo dois atacantes e dois passadores e levantadores”, disse Marcão, à Tchê Esportes.

Marcão e Juninho inscreveram-se no torneio após se filiarem à Confederação Brasileira de Futevôlei (CBFv). E o convite partiu de Dhieguinho, outro atleta novato na CBFv.


Dhieguinho, armador do SPFC no Futevôlei 3x3 (foto André Pereira / Tchê Esportes)

“Eu sou um atleta novo na Confederação Brasileira de Futevôlei, eu só joguei um Campeonato Brasileiro e procurei dois atacantes bons, no caso o Marcão e o Juninho. Eles não faziam parte ainda da CBFv, e o Marcão é um atleta que vem em alta, jogando muito, assim como Juninho. Aí eles aceitaram o convite para se filiarem e pra mim foi de ótima ajuda. E eu pedi conselho pro Marcão pra gente arrumar mais um levantador e como ele já conhecia o LP, ele que indicou”, contou.

Esquema Tático

O futevôlei 3x3 tem algumas diferenças em relação ao praticado em duplas. A altura da rede é levemente mais baixa – 2,20m na dupla e 2,10 nos trios. O esquema tático também precisa ser diferente, porque em geral há atletas que só atacam e outros que apenas trabalham com a recepção e levantamento.

Marcão explica que no jogo de 3x3 é mais difícil a bola cair na areia. Jogadas como o pingo, por exemplo, são mais difíceis de serem bem sucedidas. Por isso é tão importante analisar ainda mais a característica de cada equipe. “No início do nosso treinamento a gente começou a testar algumas possibilidades táticas. E agora a gente já tem definidas duas formações de acordo com a equipe que a gente for enfrentar. Porque hoje em dia com o futevôlei no 3x3, em que a rede é um pouco mais baixa, a marcação é muito importante. Então de acordo com a equipe que a gente estiver jogando contra, a gente vai usar uma formação”, contou.

O treinamento

O quarteto do São Paulo tem algumas dificuldades para treinar em conjunto, mas que são superadas com encontros em dias específicos e muita conversa entre os atletas.


Marcão em treino do SPFC (foto André Pereira / Tchê Esportes)

“Como o Juninho e o Dhieguinho são de Santos, eu tenho ido pra lá treinar com eles e a gente faz o esquema tático sempre usando a variação do Dhieguinho e do LP na mesma posição. Eu e Juninho somos atacantes e somos sempre fixos na quadra, então desse jeito a gente está conseguindo treinar. E se o Dhieguinho tiver que sair e o LP entrar, a formação não vai mudar, a gente não vai perder a nossa característica. Esse é o formato que a gente conseguiu, mas estamos fazendo um esforço pra ainda antes do campeonato, pelo menos umas duas ou três vezes, treinar com o quarteto completo pra gente ter todas as opções”, explicou Marcão.

Dhieguinho ainda conta que a estrutura do clube paulista, que tem quatro quadras de areia e o treinador Charlie para orientá-los, ajuda muito. E mesmo que LP, que é do Espírito Santo, não possa estar com eles nos treinamentos o jogador segue à risca o combinado.


Dhieguinho "foca" no Brasileiro 3x3. (foto André Pereira / Tchê Esportes)

Como o Marcão já é atleta do São Paulo FC, ele possibilitou essa estrutura pra gente. Quando ele pode vai pra Santos e agora estamos marcando mais dias pra vir ao São Paulo jogar. Só o LP que falta, mas ele faz tudo o que a gente faz aqui, a gente conversa pela internet pra quando chegar a hora do campeonato estarmos bem entrosados”, disse.


Os uniformes já estão prontos. (foto André Pereira / Tchê Esportes)

O Campeonato Brasileiro 3x3 será realizado na cidade de Caldas Novas (GO) e é promovido pela Confederação Brasileira de Futevôlei (CBFv). As disputas acontecem nos naipes masculino e feminino, e participam os principais atletas da modalidade esportiva no País.

TCHÊ ESPORTES

Emoção da cabeça aos pés.

#futevolei #noticias

1 visualização