• Andréa Rodrigues

Em jogo duríssimo, ACH vira no final e vence 15 de Piracicaba


Águias de Campinas enfrentaram forte marcação e ganharam por 26 a 25 do 15 de Piracicaba pelo Super Paulistão Feminino de Handebol.


Foi um jogo duríssimo, com muitas faltas e punições por dois minutos de ambos os lados. No primeiro tempo a equipe do 15 de Piracicaba/Unimep/CLQ/Selam terminou com a vantagem de 15 a 10 sobre a Associação Campineira de Handebol (ACH) pelo Super Paulistão Feminino de Handebol, mas na segunda etapa a história do jogo mudou nos dez minutos finais. As águias de Campinas viraram a partida e saíram com a vitória por 26 a 25. O jogo foi realizado no Ginásio do Conjunto Poliesportivo Parque Prezotto, em Piracicaba, nesse sábado (18/abr).

Primeiro tempo: 15x10


15 Pira atacou melhor na primeira etapa (foto André Pereira / Tchê Esportes)

Os primeiros dez minutos foram muito velozes, com Piracicaba impondo uma forte marcação ao time das Águias. Tanto que aos quatro minutos, a equipe já tinha dois cartões amarelos. O time da casa saiu na frente, mas a ACH não deixava as adversárias se distanciarem no marcador. Seguindo a estratégia de orientar a equipe logo que surgem as primeiras dificuldades, aos nove minutos, a técnica Jaqueline Alves de Oliveira, da ACH, pediu tempo assim que Piracicaba abriu dois gols de diferença. Neste momento o placar marcava 10 a 4.


Jogo com muitos cartões e suspensões (foto André Pereira / Tchê Esportes)

Mas o 15 de Piracicaba continuava mais eficiente. ACH mostrava um pouco de precipitação nas finalizações e as donas da casa se aproveitaram disso nas roubadas de bola e nos contra-ataques. Aos 16 minutos de jogo a vantagem para as piracicabanas chegou a cinco bolas. Além disso, a goleira Bianca estava em dia inspirado e defendeu dois 7 metros. A sorte também não ajudava a ACH, que teve várias bolas chutadas na trave. Aos 19min42seg, novo pedido de tempo da técnica Jaqueline.

Os últimos 10 minutos do primeiro tempo começaram com um ritmo mais calmo. Piracicaba continuava chutando muitas bolas de fora. A ACH trocava mais passes e a diferença caiu para três gols. No entanto, as campineiras também tiveram mais um 7 metros e contra-ataques desperdiçados em um momento crucial. No último minuto, Piracicaba converteu um 7 metros e o placar terminou em 15 a 10 para Piracicaba na primeira etapa.

Segundo tempo: 25x26


ACH volta melhor na etapa final (foto André Pereira / Tchê Esportes)

ACH voltou para o segundo tempo com uma jogadora a menos, já que Mara Destro havia tomado punição de dois minutos nos últimos segundos da etapa anterior. Aos 4 minutos o técnico José Batista reclamou com o árbitro de que ele estaria segurando o jogo após evitar uma reposição rápida de bola. Aos 7 minutos a diferença caiu para três gols a favor das donas da casa.

Aos 11 minutos a técnica da ACH pediu tempo novamente, após o time voltar a ficar ansioso. Aos 13min22seg, confusão em quadra. O árbitro puniu as jogadoras de Pira e da ACH com dois minutos por se empurrarem. O clima de tensão era evidente e com a torcida a favor, as donas da casa apertavam ainda mais a marcação. Aos 15 minutos, ACH encostou no marcador: 19 a 18, comandadas por Jéssica e Day. Aos 16 minutos o 15 de Piracicaba não aproveitou o contra-ataque e com isso deu a chance do empate para as adversárias, mas a goleira defendeu. O técnico José Bastista pedia calma à equipe, que não segurou a pressão, e aos 18 minutos a ACH empatou e, aos 20 minutos, passou à frente após roubada de bola. Com isso, o técnico piracicabano pediu tempo.


Clima esquenta entre técnico do 15 Pira e delegado da Federação Paulista de Handebol (FPHb)

O jogo pegou fogo aos 21min30seg, quando a ACH abriu dois pontos de vantagem. A pressão mudou de lado, mas Pira tentava não se abater. Aos 24 minutos, novo empate, em 23 a 23. Aos 25 minutos, um 7 metros não foi aproveitado por Piracicaba. Faltando 1min30seg para o fim do jogo, o técnico José Batista novamente pediu tempo. Nesse momento o placar mostrava um gol de vantagem para as Águias. Faltando 45 seg, a jogadora do 15 de Piracicaba levou dois minutos de punição. A equipe da ACH só precisou administrar o tempo para conseguir a vitória por 26 a 25. E comemorar muito.


ACH comemora mais uma vitória.(foto André Pereira / Tchê Esportes)

FICHA DO JOGO

Artilheira : Jéssica Campos do 15 de Piracicaba, com sete gols.


Jéssica Campos (15 Pira), artilheira do jogo com sete gols. (foto André Pereira / Tchê Esportes)

Arbitragem : Fabio Passos e Rodolfo Costa.


Fabio Passos e Rodolfo Costa, árbitros do jogo. (foto André Pereira / Tchê Esportes)

Delegado da Federação Paulista de Handebol (FPHb) foi Bruno Melo.

PRÓXIMOS JOGOS:

Dia 28/abr - 16h - ACH x CEPE/Santos

Dia 02/mai - 11h - Franca x 15 de Piracicaba

Jogos, Classificação e fotos do Super Paulistão Feminino 2015 >>>

Tchê Esportes. Handebol em Primeira Mão!

#superpaulistão #spf #handebolfeminino #15depiracicabafeminino #achfeminino #noticias #ach #spf2015

0 visualização