• Andréa Rodrigues

São José vence Hebraica no Handebol Masculino


Visitantes bateram a “fúria amarela” por 28 a 21 pelo Super Paulistão Masculino de Handebol.


A Associação Brasileira A Hebraica recebeu o Instituto Buzzo Sport/São José pelo Super Paulistão Masculino de Handebol nessa quinta-feira (16/abr), na sede do clube em São Paulo (SP). No entanto, os visitantes impuseram a segunda derrota para a Hebraica no Super Paulistão Masculino de Handebol. O primeiro tempo terminou em 8 a 14 e o resultado final foi Hebraica 21 x 28 São José.

Os 15 primeiros minutos da etapa inicial foram decisivos no placar. Com forte trabalho defensivo, São José não permitia a chegada efetiva da Hebraica. O primeiro gol da Hebraica saiu somente aos 5min36seg, quando o SJC já havia marcado três vezes. Técnico da Hebraica pediu tempo duas vezes, mas a equipe não conseguiu reagir e a primeira etapa encerrou com a diferença de seis bolas para São José.


Marcação forte do São José (foto Andréa Rodrigues / Tchê Esportes)

Uma polêmica marcou o final do primeiro tempo. Aos 30 minutos, Hebraica marcou um gol, e apesar do árbitro Daniel Magalhães apontar que foi legal, o delegado da Federação Paulista de Handebol (FPHb) Antonio Inglez disse que a companhia já havia soado para apitar o fim da etapa e não validou. Os jogadores da Hebraica reclamaram bastante, mas não adiantou.


Daniel Santo (Hebraica) reclama com árbitro Daniel Magalhães (foto Andréa Rodrigues / Tchê Esportes )

No segundo tempo, a “fúria amarela” voltou disposta a inverter o placar e chegou a reduzir a diferença, mas novamente a defesa de SJC fez a diferença. Após o primeiro pedido de tempo, aos 12min30seg, o técnico Marcelo Alvarez, do São José, alertou a equipe para que retomasse a marcação acirrada. Tanto que a forte marcação de São José em confronto com a velocidade da Hebraica causou alguns choques grandes entre os jogadores, mas nenhum com maior gravidade.


O técnico Alvarez acredita que o sistema defensivo foi o grande responsável pela vitória da equipe. “No primeiro tempo a defesa foi muito positiva, eles marcaram pouquíssimos gols e nos favoreceu nos contra-ataques. Depois o jogo igualou e foi assim até o final. A diferença do jogo foram os quinze minutos iniciais, em que tivemos um volume de jogo muito forte”, contou à Tchê Esportes. (Marcelo Álvares, técnico do São José - foto Andréa Rodrigues / Tchê Esportes)


O técnico da Hebraica Álvaro Herdeiro concorda que os minutos iniciais da partida não foram bons para a equipe. “O começo foi muito ruim, eles abriram cinco ou seis gols, mas a gente foi entrando no jogo. E a gente conseguiu voltar, mas não conseguiu realizar as ações finais de último passe, de uma finalização cara a cara. Então, não aproximamos mais, chegar próximo de dois ou três gols (de diferença) pra jogar um pouco mais de pressão no adversário”, analisou para a reportagem da Tchê Esportes. (Álvaro Herdeiro, técnico da Hebraica (foto Andréa Rodrigues / Tchê Esportes)

FICHA DO JOGO

Artilheiro: Daniel Santo (5) , com sete gols.

Árbitros: Daniel Magalhães e Andrea Inglez.

Delegado: da Federação Paulista de Handebol (FPHand) : Antonio Inglez.

Próximo jogo:

A Hebraica joga em casa, no dia 28 de abril (terça), contra o Jundiaí.

O São José joga contra o Pinheiros no dia 2 de maio (sábado), também em casa.

Jogos, Classificação e fotos do Super Paulistão Masculino 2015 >>>


Tchê Esportes. Handebol em Primeira Mão!

#spm #hebraicamasculino #sãojosémasculino #handebolmasculino #noticias #spm2015

0 visualização