• Andréa Rodrigues

Pra estimular o Beach Hand feminino


Equipe de Guarujá divide-se em A e B para disputar a 1ª Etapa do Campeonato de Beach Hand.


Os times femininos de Beach Hand de Guarujá que disputaram a primeira etapa do campeonato formam a mesma equipe dentro de um ginásio. Com poucas equipes interessadas na modalidade no estado de São Paulo, a técnica Sonia Rodrigues da Silva dividiu em duas a equipe que joga quadra.


Sonia Rodrigues da Silva, Técnica do Guarujá A e B

“Na baixada o pessoal não gosta de jogar muito na areia, pelo menos no lado feminino. Masculino é um pouco mais desenvolvido; feminino fica um pouco mais aquém. No estado de São Paulo somos nós e Campinas, que disputou o brasileiro e nós que ainda estamos engatinhando”, avalia Sonia.

A técnica lembra que os estados com mais tradição no esporte são o Rio de Janeiro, Paraíba e Rio Grande do Norte, que está em ascensão, apesar de o Brasil ser campeão mundial da modalidade. “Eu acho que é um esporte em desenvolvimento, precisa um pouco mais de estímulo, um pouco mais de preocupação das próprias confederações e federeções pra termos torneios um pouco mais qualificados porque a gente consegue ter mais respaldo e consegue manter uma equipe em competição”, diz.

A primeira etapa do campeonato de Beach Handball, da Liga Paulistana de Handebol, aconteceu no domingo (29/mar), na Praia de Enseada, no Guarujá (SP). As próximas etapas vão acontecer em Salto, Praia Grande, Bertioga. Essa organização é importante para dar regularidade ao esporte. “As prefeituras exigem um certo critério pra você desenvolver (a modalidade) e isso a Liga Paulistana faz, tem essa organização, tem esse evento, faz em várias sedes,funciona. É pra estimular, mas ainda estamos bem aquém mesmo sendo campeões mundiais. Em nível mundial os países estão começando a melhorar suas equipes, então a gente tem que continuar fazendo nosso desenvolvimento”, analisa Sonia, técnica do Guarujá A e B.

Saiba como foi a disputa do feminino, que aconteceu na forma de melhor de três partidas.

1º jogo – GUARUJÁ A X GUARUJÁ B

No primeiro jogo Guarujá A levou a melhor e venceu por 2 sets a zero (06 a 05 e 10 a 08). Destaque para Paola Lima (2), do Guarujá A, com 7 pontos. No lado do Guarujá B o destaque ficou com Jullie Silva (3), com 6 pontos.


​Árbitros: Marcelo Matos e Carlos Eduardo

Secretário: Adriano Macedo

2º jogo – GUARUJÁ A X GUARUJÁ B

As equipes retornaram a areia para o segundo confronto e novamente Guarujá A levou a melhor e venceu por 2 sets a 1, evitando assim o terceiro confronto. GUARUJÁ A tornou-se campeã da 1ª etapa do Beach Hand 2015.

Árbitros: Carlos Eduardo e Adriano Macedo

Secretário: Rogério Fiacadori


Rogério Fiacadori entrega o troféu para as Campeãs

Ficha Técnica:

GUARUJÁ A

Paola Lima (2), Verônica Santos (11), Joyce Freitas (9), Marigleise Silva (6), Maria de Sousa (10), Maria Soares (8)

GUARUJÁ B

Clara dos Reis (6), Jullie da Silva (3), Sandra Santos (9), Gabriela Costa (13), Ivaneide Andrade (11), Thamires de Souza (10)

Próxima etapa: 2ª etapa – 26/abr/2015 – Salto (SP)

Confira fotos e Tabela Geral de Classificação >>>

Beach Hand. O Esporte é nossa praia!

#beachhand #noticias

2 visualizações